FAQ's

Aqui pode encontrar a resposta as suas perguntas.

Compras


Posso registar uma encomenda feita a um fornecedor?

Sim. Pode registar uma encomenda a um fornecedor em Compras | Encomendas. Consulte o artigo para saber mais. 

Posso registar a entrega de material de um fornecedor?

Sim. As entregas de mercadoria são feitas na sequência de encomendas previamente registadas no Jasmin.

 

Para registar uma entrega de mercadoria aceda a Inventário | Receção de Mercadoria | Receções de Mercadoria.

Consulte o artigo para saber mais.

Contas Correntes


Como proceder quando na emissão de uma nota de crédito é apresentada a seguinte mensagem “A configuração de impostos incluídos desta série é diferente da do documento atual”?

Quando esta mensagem é apresentada indica que no tipo de Nota de Crédito existe uma configuração de impostos diferente da fatura correspondente. 

Para retificar deve aceder a Vendas | Configuração | Tipos de Nota de Crédito/Tipos de Fatura, selecionar o tipo de documento prentendido e garantir que a opção Impostos Incluídos da área Série se encontra com a mesma configuração nestes dois tipos de documento.

 

Como liquidar uma despesa já registada?

Para liquidar uma despesa já registada, siga os seguintes passos:

  1. Aceda a Contas Correntes | Pagamentos;
  2. Clique em Criar,
  3. Preencha os parâmetros obrigatórios;
  4. Clique em Aplicar;
  5. Selecione a despesa pretendida;
  6. Clique em Gerar;
  7. Preencha os campos obrigatórios;
  8. Por fim, clique em Guardar e Enviar.

Que documento devo emitir após receber um adiantamento de um cliente?

Deve emitir uma fatura pelos pagamentos que lhe sejam efetuados antes da data da transmissão de bens ou da prestação de serviços.

Devo emitir um recibo quando o cliente apenas fez o pagamento parcial de uma fatura?

Sim. Para liquidar parcialmente uma fatura, siga os seguintes passos:

  1. Aceda a Contas Correntes | Recibos;
  2. Clique em Criar;
  3. Preencha os parâmetros obrigatórios;
  4. Clique em Aplicar;
  5. Selecione a fatura pretendida e na coluna Para liquidar insira o valor correspondente ao pagamento recebido;
  6. Clique em Gerar;
  7. Preencha os campos obrigatórios;
  8. Por fim, clique em Guardar e Enviar.

Posso criar um recibo de cliente?

Sim. Pode criar um recibo de cliente em Contas Correntes | Recibos. Consulte o artigo para saber mais. 

Posso criar uma nota de pagamento a um fornecedor?

Sim. Pode criar uma nota de pagamento a fornecedor em Contas Correntes | Pagamentos.  Consulte o artigo para saber mais. 

Geral


Existe aplicação Jasmin?

O Jasmin não têm aplicação, no entanto pode aceder em qualquer sistema operativo (MAC, Windows, IOS, Android).

Como predefinir tipos de documento da empresa?

Para predefinir tipos de documento basta aceder a Vendas | Configuração | Definições de Vendas, selecionar a empresa pretendida e definir os tipos de documento pretendidos. 

De referir que nesta área pode também predefinir a Lista de Preços e a Validade de um Orçamento.

 

Como adicionar e remover utilizadores?

Pode adicionar utilizadores à mesma subscrição, basta clicar na sua área pessoal presente no canto superior direito e selecionar a opção Utilizadores. Posteriormente, deve adicionar o Nome e Email e clicar em Convidar Utilizador. Na sua área pessoal também pode remover utilizadores, clicando em Remover Acesso no perfil pretendido.

 

De referir que apenas os utilizadores que tem perfil de Manager podem adicionar e remover utilizadores.

Como imprimir mais que uma via ou cópia de recibos e de faturas?

Recibos

 

Para predefinir o número de vias ou cópias de um recibo, siga os seguintes passos:

  1. Aceda a Contas Correntes | Configuração | Tipos de recibo;
  2. Selecione o tipo de documento que pretende configurar;
  3. Clique em Editar;
  4. Insira o número de cópias pretendidas na coluna “Cópias”;
    Nota: O número deve estar compreendido entre 1 e 6 (inclusive).
  5. Por fim, clique em Guardar.

Para imprimir o documento, após a configuração do número de cópias, clique no botão com 3 pontos no canto inferior esquerdo. De seguida, clique em Imprimir e selecione o tipo de documento pretendido: 2.ª via, Recibo ou Talão de Recibo.

 

 

Faturas

 

Para predefinir o número de vias ou cópias de uma fatura, siga os seguintes passos:

  1. Aceda a Vendas | Configuração | Tipos de fatura;
  2. Selecione o tipo de documento que pretende configurar;
  3. Clique em Editar;
  4. Insira o número de cópias pretendidas na coluna “Cópias”;
    Nota: O número deve estar compreendido entre 1 e 6 (inclusive).
  5. Por fim, clique em Guardar.

Para imprimir o documento, após a configuração do número de cópias, clique no botão com 3 pontos no canto inferior esquerdo. De seguida, clique em Imprimir e selecione o tipo de documento pretendido:

  • 2.ª via;
  • Fatura de Mercadorias (com ou sem os totais de linha sem IVA);
  • Fatura de Serviços (com ou sem os totais de linha sem IVA);
  • Talão de Fatura;
  • Talão de Fatura com Dados de Entrega.

Nota: A partir do momento em que imprime uma primeira vez, ao clicar em Enviar e selecionar Imprimir, o sistema automaticamente imprime a 2.ª via do respetivo documento.

 

Guias de Transporte

 

Para predefinir o número de vias ou cópias de uma guia, siga os seguintes passos:

  1. Aceda a Inventário | Configuração | Tipos de Doc. de Transporte;
  2. Selecione o tipo de documento que pretende configurar;
  3. Clique em Editar;
  4. Insira o número de cópias pretendidas na coluna “Cópias”;
    Nota: O número deve estar compreendido entre 1 e 6 (inclusive).
  5. Por fim, clique em Guardar.

Para imprimir o documento, após a configuração do número de cópias, clique no botão com 3 pontos no canto inferior esquerdo. De seguida, clique em Imprimir e selecione o tipo de documento pretendido:

  • 2.ª via;
  • Transporte;
  • Transporte (sem preço).

Nota: A partir do momento em que imprime uma primeira vez, ao clicar em Enviar e selecionar Imprimir, o sistema automaticamente imprime a 2.ª via do respetivo documento.

Como alterar as casas decimais de uma moeda?

Para alterar as casas decimais de uma moeda, siga os seguintes passos:

  1. Aceda a Configuração | Geral | Moedas;
  2. Selecione a moeda que pretende editar;
  3. No campo Casas Decimais Preços adicione o nº. de casas decimais pretendido;
  4. Por fim, Gravar.

Como proceder quando na emissão do ficheiro SAF-T é apresentada a mensagem “Não foram encontrados documentos para declarar”?

Primeiramente, deve verificar se existem documentos emitidos em Vendas | Faturas e em Vendas | Notas de Crédito ou Débito com as datas correspondentes ao período para o qual pretende emitir o ficheiro SAF-T.

 

Para simplificar a verificação defina através dos filtros a Data Inicial e Data Final pretendidas e clique em Aplicar.  Se não forem apresentados resultados para essas datas, não tem documentos a declarar.

 

Se existirem documentos emitidos nas datas pretendidas deve verificar em Impostos | Ficheiro SAF-T se já existe algum ficheiro SAF-T criado com a mesma data inicial e/ou final que pretende comunicar.

 

Podem ocorrer os seguintes cenários:

 

Cenário 1:

Caso exista um ficheiro SAF-T com datas coincidentes, deve eliminar aquele que não pretende comunicar (apenas se o mesmo ainda não foi comunicado à AT) e criar um novo com as datas pretendidas.

 

Cenário 2:

Caso não exista nenhum ficheiro SAF-T com datas coincidentes, selecione o documento que pretende comunicar em Vendas | Configuração | Tipos de Fatura ou Notas de Créd./Déb. e verifique se na coluna “Tipo de Comunicação” a série correspondente possui a comunicação SAF-T ativa.

Se estiver Sem comunicação clique em Editar e selecione o tipo de comunicação SAF-T. Se esta estiver configurada como Manual ou Web Service, e já tenha emitido documentos com essa série, não será possível alterar o tipo de comunicação.

Nota: Caso pretenda emitir novos documentos com comunicação SAF-T, terá de criar uma nova série e associá-la aos diferentes documentos. Consulte o artigo para saber mais. 

Posso imprimir faturas com notas de rodapé específicas a cada uma das minhas empresas?

Sim. Se possuir mais de uma empresa, as configurações efetuadas ao modelo de impressão serão aplicadas a todas empresas. Consulte o artigo para saber mais.

 

Para definir notas de rodapé específicas a cada uma das suas empresas aceda a Vendas ou Compras | Configuração | Tipos de Fatura. Crie ou selecione o tipo de documento que pretende para dada empresa. No editor pode definir uma Nota de Impressão que aparecerá em todas as faturas da empresa desse tipo.

O que são os Jasmin Insights?

Os Jasmin Insights são pequenos statements de negócio, tipo Business Advices (nesta fase maioritariamente sobre Vendas).

Através da interpretação dos dados de negócio como, por exemplo, análise do histórico e comparação como os objetivos, o Jasmin produz informação – Insights – para consciencializar o utilizador sobre a evolução do seu negócio e orientá-lo na tomada de decisão. Os Jasmin Insights são apresentados ao utilizador no Dashboard sempre que o sistema considerar relevante.

É possível imprimir em duplicado ou triplicado?

Sim, é possível. Para cada tipo de documento, o número de cópias a imprimir está associado à Série do respetivo documento e pode ser alterado.

 

Por exemplo, para imprimir faturas em duplicado deve aceder a Vendas | Configuração | Tipos de Fatura, escolher o tipo de fatura e Editar. Depois, na grelha das Séries, é necessário alterar o número de Cópias para 2. Deste modo, este tipo de documento será sempre imprimido em duplicado.

 

Consulte o artigo para saber mais informações acerca da criação de novas séries.

As extensões têm rascunhos?

Sim. Funcionam do mesmo modo que os restantes rascunhos.

Ao inativar uma extensão, esta é apagada?

Não. A extensão é marcada como não estando ativa e só voltar a ficar acessível se for novamente ativa na página da base do seu registo.

Como posso aceder a um rascunho?

Para aceder a um rascunho, clique no botão Rascunhos. Depois selecione o grupo temporal onde o rascunho está inserido e, de seguida, clique no rascunho pretendido.

 

Será automaticamente remetido para o modo de edição do registo, podendo terminar o seu preenchimento e gravar.

No momento de criação de uma entidade, é possível alterar a empresa quando esta foi preenchida automaticamente pelo sistema?

Depende. Se o utilizador tem permissões de acesso para mais do que uma empresa sim. Caso contrário, não é possível.

No momento de criação de uma entidade, é possível alterar a empresa em qualquer momento (antes de gravar)?

Sim, mas perderá todos os dados caso responda afirmativamente à mensagem apresentada a alertar para este facto, questionando o utilizador se pretende prosseguir.

Posso alterar a empresa de uma entidade já criada?

Não. No cenário suportado atualmente, após a criação de uma entidade, não é possível alterar a empresa a ela associada.

É possível definir uma empresa por predefinição?

Não. Atualmente não é possível definir uma empresa por predefinição.

É possível sugerir a lista de contactos dos clientes automaticamente na janela de envio por email?

Sim. Apenas é necessário preencher o endereço de email do cliente e/ou fornecedor na ficha de entidade correspondente.

Como enviar um documento para vários Emails pertencentes à mesma empresa?

Para enviar um documento para vários emails pertencentes à mesma empresa, siga os seguintes passos:

  1. Selecione o separador Contactos adicionais na ficha do cliente;
  2. Adicione o novo contacto;
    Nota: Tenha em atenção o tipo de contacto – 01 ou 02 − que vai usar. Se pretender adicionar/juntar esse contacto ao contacto principal, escolha o tipo 01 de sistema;
  3. Configurar o tipo de documento e indique-o para enviar o email para os contactos do tipo 01.

Quando o email principal é um email geral da empresa, como enviar as faturas apenas para o email do diretor financeiro da empresa?

Nesta situação terá de adicionar o contacto do diretor financeiro e categorizá-lo com um tipo diferente do 01.

Por exemplo, categorizar o email do diretor financeiro com o tipo 02. Depois, apenas terá que aceder às configurações do tipo de fatura e indicar ao sistema para enviar os emails para os contactos do tipo escolhido no passo anterior.

Posso personalizar o envio de documentos por email (colocar informações sobre campanhas e/ou descontos ou enviar uma mensagem de boas festas)?

Sim. Para tal, siga os seguintes passos:

  1. Configure um modelo de email em Configuração | Sistema | Modelos de Email;
  2. Atribua um Código, Assunto e Mensagem e selecione a Cultura;
    Nota
    : A generalidade dos servidores de email aceita mensagens de conteúdo em HTML, por isso é aconselhável que escolha esse tipo de mensagem;
  3. Crie uma notificação em Configuração | Sistema | Notificação, atribuindo um código para a mesma e indicando o modelo de email criado no passo anterior;
  4. Por fim, aceda ao tipo de documento e indique a notificação anteriormente criada.
    Nota: Os documentos abrangidos por esta funcionalidade devem ser do tipo Fatura, Recibos, Notas de Crédito ou Nota de Débito.

Para saber mais sobre personalizar o envio de documentos por email o consulte o artigo.

Nas mensagens de Email personalizadas, é necessário acrescentar informação de contexto relativa ao documento que estou a emitir?

Sim. Quando está a criar um template de email, isto é, a personalizar o modelo de email que vai ser enviado (por predefinição, para uma determinada cultura / cliente/ fornecedor) pode acrescentar tags. Estas etiquetas serão substituídas pelos dados correspondentes do destinatário no momento em que está a escrever o email.

 

As etiquetas são:

 

  • %%CompanyName%% – Nome da empresa;
  • %%PartyName%% – Nome da entidade comercial (não se aplica a documentos financeiros);
  • %%AccountingPartyName%% – Nome da entidade de faturação;
  • %%DocumentDate%% – Data do documento;
  • %%Document%% – Identificação do documento como, por exemplo, FA.2016.1;
  • %%DocumentTitle%% – Nome da entidade do documento como, por exemplo, encomenda/fatura;
  • %%DocumentTypeDescription%% – Descrição do tipo de documento;
  • %%Reference%% – Referência do documento;
  • %%Amount%% – Valor do documento;
  • %%Currency%% – Moeda do documento;
  • %%CurrencySymbol%% – Símbolo da moeda do documento;
  • %%CurrencySymbol%% – Símbolo da moeda do documento;
  • %%Remarks%% – Observações do documento;
  • %%User.Name%% – Nome do utilizador do Jasmin;
  • %%User.Email%% – Email do utilizador do Jasmin;
  • %%Product.Name%% – Nome do produto;
  • %%Organization.Name%% – Nome da organização;
  • %%Date.Now%% – Data/Hora atual;
  • %%Date.Year%% – Ano atual;
  • %%Date.Month%% – Mês atual;
  • %%Date.Day%% – Dia atual;
  • %%Date.DayOfWeek%% – Dia da semana atual.

Como personalizar mensagens de email mediante o país e/ou idioma?

Para personalizar mensagens de email deve:

  • Criar um template (modelo) de email para cada língua, selecionando o idioma pretendido no campo Cultura
  • Editar a notificação que está associada ao(s) tipo(s) de documento(s) e adicionar os novos modelos de email;
    Nota: Por predefinição, o modelo é usado quando o sistema não encontra o modelo para a cultura que procura;
  • Validar a cultura do cliente na ficha principal da entidade. A cultura é sugerida quando indica o País.

Ao enviar o email, o sistema procura o modelo cuja cultura é igual à cultura preenchida na ficha da entidade. Caso não encontre, usará o modelo predefinido.

Inventário


Como emitir um documento de transporte?

Para criar a guia de transporte, siga os seguintes passos:

  1. Aceda a Inventário | Expedição | Documentos de Transporte;
  2. Clique em Criar;
  3. Indique o Tipo de Documento e a Entidade nos respetivos campos;
  4. Na área Mercadorias indique os artigos que pretende transportar;
  5. Por fim, clique em Guardar.

 

Caso pretenda gerar uma guia de transporte proveniente de uma encomenda deve aceder a Inventário | Expedição | Gerar Doc. De Transporte. Para saber mais consulte o artigo.

O que é a preparação do inventário?

Na preparação do inventário é criado um documento onde se identificam os artigos a incluir no inventário. Após esta identificação, é possível imprimir os documentos de apoio à contagem ou exportar os artigos para terminais de recolha de dados.

Em que consistem as contagens físicas?

Durante a fase das contagens físicas, são introduzidas as contagens reais efetuadas nos diversos armazéns. Se pretender, pode importar diretamente as contagens a partir da informação recolhida em terminais de recolha de dados.

Em que consiste o fecho do inventário?

O fecho do inventário permite gerar automaticamente os documentos de acerto de stock, bem como a respetiva contabilização. Os Inventários Físicos, para além de permitirem às empresas conhecerem o seu stock, são um processo obrigatório para algumas empresas efetuem o Fecho do Ano.

Migradores


Como migrar automaticamente do Starter Easy para o Jasmin?

A evolução tecnológica proporcionou o surgimento de soluções tecnicamente mais evoluídas comparativamente ao Starter Easy. Nesse sentido, é aconselhável migrar os dados deste produto para o Jasmin.

 

Esta migração pode ser efetuada automaticamente, no entanto deve primeiramente verificar se reúne todos os requisitos necessários para a migração automática.

 

Para saber mais consulte Quais os requisitos mínimos do migrador Starter Easy 9.15?.

 

Para iniciar a migração, siga os seguintes passos:

  1. Aceda ao atalho Starter ERP do Starter Easy;
  2. Selecione o separador Elevation e clique no botão migração Jasmin;
    Nota: Se o botão não aparecer consulte Porque é que o botão de migração para o Jasmin não aparece?.
  3. Insira o registo do administrador e defina uma password de acesso;
    Nota: Quando concluir o registo, receberá uma mensagem de confirmação no email utilizado;
  4. Clique em Confirmar para iniciar a migração.

 

No final do processo clique em Ver Detalhes para abrir o relatório da migração. Deve consultá-lo para verificar se a migração ocorreu com sucesso. Caso este contenha avisos ou a indicação de falha na migração, deverá contactar a PRIMAVERA.

Posso repetir a migração para incluir o histórico de movimentos?

Pode. Contudo, sempre que repetir uma migração vai perder todos os dados que tenham sido entretanto registados no Jasmin.

Caso tenha criado novos documentos legais não poderá repetir a migração, como por exemplo, se tiver criado uma nova fatura.

Pretendo migrar do Starter Easy para o Jasmin. O Jasmin disponibiliza todas as opções do Starter Easy?

Não. O Jasmin ainda não disponibiliza as seguintes opções do Starter Easy:

• Gestão de frente de loja (POS);
• Gestão de lotes;
• Gestão de números de série de artigos;
• Iva de Caixa;
• Etiquetas;
• Fatura de adiantamento;
• Autofaturação;

• Inventários com produtos compostos;
• Gestão de dimensões, cores, tamanhos e localização de artigos;
• Ecovalor, EcoREEE, Imposto de Selo e SIRCA.

 

No entanto, conheça as 5 razões para migrar já do Starter Easy para o Jasmin:

Mobilidade: o Jasmin é um software online que permite trabalhar em qualquer dispositivo (pc, tablet e telemóvel) e gerir o seu negócio, a qualquer hora e em qualquer lugar;
Chat ilimitado: dispõe de uma equipa de especialistas, sempre pronta para ajudar!
Sem preocupações: com os indicadores de gestão sempre à mão, acompanhar a evolução do seu negócio nunca foi tão simples. Para além disso, não necessita de se preocupar com backups e atualizações;
Sem limite de utilizadores: tenha a liberdade de dar acesso ao software a quem entender;

Usabilidade: com uma navegação simples e intuitiva, bastam uns segundos e o trabalho administrativo está feito. 

 

Migre e tenha mais tempo para o que realmente importa.

Pretendo migrar para o Jasmin. Devo subscrever o Jasmin antes da migração?

Não. Ao iniciar a migração, a subscrição é criada automaticamente.

A minha licença Starter Easy expirou. Como posso migrar para o Jasmin?

Quando a licença Starter Easy expirar não deve subscrever ao Jasmin, uma vez que durante o processo de migração será criada automaticamente uma subscrição.

 

Para migrar para o Jasmin deve proceder à renovação da  licença Starter Easy (SE). Depois de ativa, deverá aguardar obrigatoriamente 24 horas para efetuar a migração, de forma garantir que toda a informação se encontra completamente atualizada.

 

Caso o botão de migração não apareça, verifique se reúne os requisitos necessários para a migração. Para mais informações consulte Porque é que o botão de migrar para o Jasmin não aparece?.

Ao emitir um documento na série 2018, é devolvida a seguinte mensagem de erro: “2018 não é um valor de série válido". Como proceder?

Quando a série 2018 existe no Starter Easy, por motivos legais é inválida no Jasmin. Assim, a série que deve ser usada na criação de documentos é a que é criada no momento da migração − JSM2018.

Se preferir pode criar uma nova série para os seus documentos no Jasmin.

Quais dados são migrados?

O migrador Starter Easy 9.15 para Jasmin migra pendentes, dados mestre e histórico de movimentos, nomeadamente:

− Artigos e stocks iniciais;
− Clientes e valores pendentes;
− Encomendas pendentes de clientes;
− Histórico de movimentos das vendas.

 

A migração do histórico de movimentos das vendas corresponde ao período atual, assim como aos 2 anos anteriores ou até ao ano do último pendente (caso este seja superior a 2 anos).

 

Os documentos de venda apenas existem no sistema origem e não serão migrados. Contudo, todos os movimentos contabilísticos serão gerados no destino para efeitos de Demonstração de Resultados.

 

De referir que as retenções aplicadas aos clientes não são migradas, pelo que deve acrescentar a respetiva retenção às fichas dos clientes após a migração.

Como posso migrar o histórico de movimentos?

A última versão do migrador já permite migrar o histórico de movimentos contabilísticos das vendas (faturas, recibos, notas de crédito e notas de débito). Para tal, basta efetuar a migração normalmente.

Nota: A versão anterior do migrador, publicada antes de 12.10.2017, não inclui o histórico.

Posso repetir a migração de dados?

A migração é um ato único e só deve ser realizada 1 vez. Pode repetir uma migração, mas essa operação suspende automaticamente a subscrição Jasmim que foi criada com a migração anterior e, consequentemente, o acesso aos dados. A partir do momento em que começar a faturar em Jasmin não deve repetir a migração.

Porque é que o botão de migração para o Jasmin não aparece?

O botão ELEVATION | Jasmin aparece nas seguintes condições:

  • Ter uma licença Starter Easy ativa;
  • Ter a versão 9.1506.1080 ou superior do Starter Easy instalada;
  • Ser um utilizador superadmin ou admin;
  • A empresa ser produtiva e ter sede em Portugal (PT).

Caso reúna as condições e o botão não apareça, contacte a PRIMAVERA.

Obtive um aviso ao migrar o artigo "Portes". Como proceder?

Este aviso pretende informálo que já possui um artigo chamado Portes. Se existir um artigo com o mesmo código no ERP, deverá alterar o código do artigo antes de iniciar a migração para o Jasmin.

Pode também criar manualmente esse artigo no Jasmin com um código diferente.

Obtive o erro "O login utilizado não tem acesso à subscrição da licença". Como ultrapasso este problema?

Ao fazer o login no Jasmin deve sempre utilizar o email que indicou no momento da subscrição no Starter Easy. Se pretender utilizar outro email, entre em contacto com a equipa de suporte do Jasmin para atualizar o email.

Obtive avisos e informações no final da migração. Como proceder?

Para abrir a lista de avisos e informações apresentados durante a migração clique em Ver detalhes.

Após a validação dos avisos, dispõe de duas possibilidades:

  • Caso este contenha avisos ou a indicação de falha na migração, deverá contactar a PRIMAVERA;
  • Caso este contenha informações sobre conversões, deve validá-las. Se sentir dificuldades na interpretação e correção das informações apresentadas, contacte a PRIMAVERA.

Quais os requisitos mínimos do migrador Starter Easy 9.15?

Para usufruir do migrador deverá ter a versão 9.1506.1080 ou superior do Starter Easy (SE) instalada, bem como um dos seguintes sistemas operativos:

  • Windows 7 SP1;
  • Windows 8.1 ou superior;
  • Windows Server 2008 R2 SP1 ou superior.

Se a versão do sistema operativo instalada não for suportada, deverá realizar a migração noutra máquina com um sistema operativo suportado.

 

Para usufruir da migração automática noutra máquina, deverá instalar nessa máquina o setup do SE, repor a base de dados e licenciar a aplicação. Para mais informações consultar: Como migrar automaticamente do Starter Easy para o Jasmin?.

 

Poderá também optar por efetuar uma migração manual. Este é um processo mais avançado e requer acesso ao servidor SQL compatível. Para mais informações consulte Como usar o migrador manualmente?.

Como usar o migrador manualmente?

Para usar o migrador manualmente, siga os seguintes passos:

  1. Aceda ao link: https://my.jasminsoftware.com/connectandgo/migrator/JasminConnectAndGo.zip;
  2. Descarregue o ficheiro zip do migrador e extraia o seu conteúdo para uma pasta como, por exemplo:C:\JasminConnectAndGo;
  3. Abra a linha de comandos e use o seguinte:

C:\JasminConnectAndGo\JasminConnectAndGo.exe "Server=SERVIDORSQL\NOMESQL;User Id=USER;Password=PSW;" PRIEMPRESA PRIEMPRE EUR PT 00000 2070 "SGSE_09.15" /NSL

Em que:

SERVIDORSQL: representa o caminho para o servidor;
NOMESQL: nome da instância SQL. Se for SQL2016 e estiver na mesma máquina que está a abrir o migrador usar .\SQL2016;
USER: utilizador da instância SQL;
PSW: PSW da instância SQL;
PRIEMPRESA: nome da base de dados da empresa;
PRIEMPRE: nome da base de dados do PRIEMPRE;
00000: número da licença do utilizador.

 

Os restantes parâmetros devem permanecer inalterados.

Como instalar manualmente o migrador?

Se obtiver um erro ao abrir o migrador:

  1. Aceda ao link https://my.jasminsoftware.com/connectandgo/migrator/JasminConnectAndGo.zip e descarregue o ficheiro zip do migrador;
  2. Copie o ficheiro para C:\Program Files (x86)\PRIMAVERA\SG900\Apl e faça o unzip.
  3. No caminho indicado passarão a existir os 2 ficheiros − JasminConnectAndGo.zip e JasminConnectAndGo.
  4. Por fim, para abrir o migrador para o Jasmin aceda ao ERP Starter Easy, Elevation e clique no botão Jasmin.

Questões Legais e Fiscais


Como consultar o Mapa de Lançamentos de Impostos?

O Mapa de Lançamentos de Impostos permite consultar as taxas de IVA ou isenções aplicadas aos documentos gerados. Assim, é possível controlar os valores retidos e os que deverão ser entregues à AT. 

Este mapa encontra-se disponível em Impostos | Explorar | Lançamentos de Imposto.

 

Quando devo comunicar um Documento de Transporte à AT via telefone?

Comunicar um documento de transporte à AT via telefone deverá ser realizada antes do início do transporte e pode ser efetuada:

  • Nos casos de emissão manual, em papel impresso em tipografias autorizadas, dos documentos de transporte;
  • Nos casos de inoperacionalidade do sistema de comunicação do agente económico desde que devidamente comprovada pelo respetivo operador de telecomunicações. 

 

Em qualquer dos casos em que esteja consentida a comunicação prévia por serviço telefónico, o agente económico tem a obrigação de, no Portal das Finanças e até ao 5º dia útil seguinte ao do início do transporte, completar a informação sobre o documento de transporte.

Como obtenho o código para comunicação telefónica do Documento de Transporte à AT?

Para obter o código para comunicação telefónica do Documento de Transporte à AT deve:

  • Aceder ao Portal das Finanças;
  • Proceder à autenticação no portal, isto é, inserir o seu username e password.
  • Selecionar a opção obter acesso telefónico disponibilizada na primeira página do lado direito do Portal.

Nota: O código é criado por si e confirmado de imediato. Para alterá-lo, utilize a opção Alterar senha.

Quais os elementos do documento de transporte a comunicar via telefone à AT?

Os elementos do Documento de transporte a comunicar são os seguintes:

  • Os quatro últimos dígitos do número do documento de transporte, devendo, se inferior ao milhar, ser precedido de “zeros” até completar os quatro dígitos;
  • A data de início do transporte (dia e mês, por esta ordem, com a inserção de quatro dígitos);
  • A hora do início do transporte (hora e minuto, por esta ordem, com a inserção de quatro dígitos);
  • O número de identificação fiscal do adquirente, quando aplicável.

Qual o prazo de comunicação do inventário?

Os prazos de comunicação do inventário são os seguintes:

  • Contribuintes com o período de tributação coincidente com o ano civil: O inventário respeitante a 31 de dezembro deve ser comunicado no mês seguinte, ou seja, até ao dia 31 de janeiro do ano seguinte.

 

  • Contribuintes em que o período de tributação não coincide com o ano civil: O inventário deve ser comunicado até final do mês seguinte à data a que respeita. Por exemplo, um contribuinte cujo período de tributação termine em 31 de março, deve elaborar o inventário com referência a essa data e comunicá-lo à AT até 30 de abril do mesmo ano. Em 2016, estes sujeitos passivos têm ainda a obrigação de comunicar, até 31 de janeiro, o inventário correspondente ao período de tributação que terminou no decurso de 2015.

Em caso de inoperacionalidade do sistema da AT, como devo fazer a comunicação dos documentos de transporte?

Se o sistema da AT não se encontar operacional, não é necessário efetuar a comunicação prévia ao início do transporte.

 

Contudo, o documento de transporte deve ser impresso em suporte de papel e acompanhar os bens em circulação, uma vez que não foi possível a obtenção do código de identificação do documento. A sua comunicação à AT deve ser efetuada posteriormente, até ao 5º dia útil seguinte ao do início do transporte.

Que documentos são assinados e comunicados a AT?

Na sequência das últimas alterações legais relativas a requisitos técnicos de programas de faturação, todos os documentos emitidos no Jasmin cujo tipo de documento tenha associado um tipo fiscal são assinados e comunicados a AT. Estes incluem, por exemplo, faturas, guias, encomendas e orçamentos.

 

Se um documento não tiver tipo fiscal associado não poderá ser impresso pelo utilizador.

 

Caso a subscrição for anterior a julho de 2017, deverão ser criados novos tipos de orçamentos e notas de encomenda com associação do tipo fiscal. Desta forma, a impressão passa a ser possível e, consequentemente, estes documentos são assinados e comunicados à Autoridade Tributária (AT).

Qual é a diferença entre uma Fatura e uma Fatura Simplificada?

Uma Fatura não tem limite de valor a faturar e pode ser emitida a um cliente com ou sem NIF.

 

Já uma Fatura Simplificada tem limite de valor a fatura e só pode ser utilizada para mercadorias até ao valor máximo de 1000 euros e serviços até ao valor máximo de 100 euros, assim como é emitida a um cliente sem NIF (venda a dinheiro a consumidor final).

Posso corrigir ou anular uma fatura comunicada à AT?

Uma fatura emitida não pode ser corrigida. No entanto, poderá:

  • Anular a fatura se ainda não foi entregue ao cliente e não foi comunicada à AT;
  • Retificar a fatura com uma nota de crédito.

Como criar uma fatura simplificada no Jasmin?

A fatura simplificada pode ser emitida a partir da área Compras | Fatura. Os passos são semelhantes aos da emissão de uma Fatura-Recibo, apenas tem que escolher o tipo Fatura Simplificada.

Qual o prazo para comunicação das faturas à AT?

A partir de 1 de janeiro de 2017,  as faturas e documentos retificativos devem ser obrigatoriamente comunicadas até ao dia 20 do mês seguinte ao da respetiva emissão.

A numeração sequencial das faturas pode continuar a reiniciar-se em cada ano civil?

Sim, a numeração sequencial pode ser reiniciada em cada ano civil, desde que este esteja devidamente referenciado.

Na mesma série, é possível emitir faturas e documentos retificativos de faturas?

Não. Para cada tipo de documento deve ser definida uma série com numeração sequencial própria.

Posso alterar o meio de comunicação das faturas à AT no decurso do ano civil?

Não. O meio de comunicação não poderá ser alterado no decurso do ano civil para a mesma série de faturas ou para séries diferentes. Em Deverá assim criar novas série de faturas.

No caso de não emitir qualquer fatura durante o mês, tenho que enviar qualquer comunicação à AT?

Não. No mês em que não emitir faturas não necessita de efetuar qualquer comunicação à AT.

Vendas


Posso emitir uma fatura pro forma assinada?

Sim. Para emitir uma fatura pro forma assinada deve criar um novo tipo de documento. Para tal, siga os seguintes passos:

  1. Aceda a Vendas | Configuração | Tipos de Encomenda ou Tipos de Orçamento;
  2. Clique em Criar;
  3. Indique o Tipo e a Descrição;
  4. Selecione a opção Fatura pro-forma no campo Tipo de Documento Fiscal;
  5. Indique a Série, o nº de Cópias e se inclui Impostos;
  6. Clique em Gravar.

Para saber mais informações sobre como criar documentos de conferências assinados consulte o artigo.

É possível criar um orçamento do tipo Folha de obra?

A pensar nos vários setores de atividade, o Jasmin permite criar vários tipos de orçamento como, por exemplo, a Folha de Obra que é bastante utilizada no setor da Construção Civil.

 

Para criar uma folha de obra, aceda a Vendas | Configuração | Tipos de orçamento e clique em Criar.

De seguida, crie o documento à semelhança da seguinte imagem:

É possível alterar um motivo de isenção numa fatura?

Sim. Para tal, ao preencher uma fatura que inclua uma ou mais linhas com isenção deve clicar no total da fatura. Será aberta uma janela pop-up apresentando todos os impostos aplicados e na coluna Motivo de Isenção pode alterar o motivo pretendido.

De acordo com a AT, os motivos de isenção são os seguintes:

 

Código Menção a constar na fatura Norma aplicável 
M01
Artigo 16.º n.º 6 do CIVA (ou similar)
Artigo 16.º n.º 6 líneas a) e d) do CIVA
M02
Artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 198/90, de 19 de junho Artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 198/90, de 19 de junho
M03

Exigibilidade de caixa

Decreto‐Lei n.º 204/97, de 9 de agosto
Decreto-Lei n.º 418/99, de 21 de outubro
Lei n.º 15/2009, de 1 de abril

M04
Isento Artigo 13.º do CIVA (ou similar) Artigo 13.º do CIVA
M05
Isento Artigo 14.º do CIVA (ou similar) Artigo 14.º do CIVA
M06
Isento Artigo 15.º do CIVA (ou similar)
Artigo 15.º do CIVA
M07
Isento Artigo 9.º do CIVA (ou similar) Artigo 9.º do CIVA
M08

IVA - autoliquidação

Artigo 2.º n.º 1 alínea i), j) ou l) do CIVA
Artigo 6.º do CIVA
Decreto-Lei n.º21/2007, de 29 de janeiro
Decreto-Lei n.º 362/99, de 16 de setembro
Artigo 8.º do RITI

M09

IVA - não confere direito a dedução

Artigo 60.º CIVA
Artigo 72.º n.º 4 do CIVA.

M10

IVA - Regime de isenção

Artigo 53.ºdo CIVA

M11

Regime particular do tabaco

Decreto-Lei n.º 346/85, de 23 de agosto

M12
Regime da margem de lucro – Agências de viagens Decreto-Lei n.º 221/85, de 3 de julho
M13
Regime da margem de lucro – Bens em segunda mão Decreto-Lei n.º199/96, de 18 de outubro
M14
Regime da margem de lucro – Objetos de arte Decreto-Lei n.º199/96, de 18 de outubro
M15
Regime da margem de lucro – Objetos de coleção e antiguidades Decreto-Lei n.º199/96, de 18 de outubro
M16
Isento Artigo 14.º do RITI (ou similar)
Artigo 14.º do RITI
M20
IVA - Regime forfetário
Artigo 59.º-B do CIVA
M99

Não sujeito; não tributado (ou similar)

Outras situações de não liquidação do imposto (Exemplo: artigo 2.º, n.º 2 ; artigo 3.º, n.ºs 4, 6 e 7; artigo 4.º, n.º 5, todos do CIVA)

 

 

Posso corrigir uma fatura após enviá-la ao cliente?

Uma fatura criada não pode ser modificada. Contudo, pode corrigi-la.

Veja a solução consoante o contexto:

 

Se faturou a mais ao cliente:

  • Utilize uma nota de crédito para retificar o valor dos artigos ou serviços faturados a mais, corrigindo os valores pela sua diferença;
  • Ou emita a nota de crédito pelo valor total da fatura incorreta (um documento como que "anula" o outro) e emita uma nova fatura com os valores corretos.


Se faturou a menos ao cliente:

  • Utilize uma Nota de débito para retificar o IVA não faturado ou faturado a menos, corrigindo o seu valor;
  • Utilize uma Fatura adicional para faturar o valor extra de um bem ou serviço (sem correções na taxa de IVA);
  • Emita uma nova fatura e a soma das duas anteriores representa o valor pretendido, sendo o IVA cobrado em cada uma das faturas à taxa em vigor.

Posso anular uma fatura se ainda não a tiver enviado ao cliente?

Sim. Independentemente de ter faturado a mais ou a menos, se ainda não enviou a fatura ao cliente nem a comunicou à AT pode anular a fatura e emitir uma nova com os valores corretos.

É possível emitir uma fatura com data anterior à última fatura?

Sim. Para tal, deve criar uma nova série referente à data que pretende. Note que o n.º de série e as datas de emissão devem ser sequenciais e crescentes.

Como proceder após a emissão de uma fatura com o NIF errado?

Se ainda não enviou a fatura ao cliente, deverá anular a fatura. Caso já a tenha enviaado, pode emitir uma nota de crédito pelo valor total da fatura e emitir uma nova.

É importante configurar um grupo de clientes?

Sim. Esta configuração facilita a gestão de entidades, listas e mapas.  Na criação de novos clientes, estes dados são carregados por predefinição agilizando o processo de venda.

 

Os dados preenchidos no grupo de clientes podem ser alterados a qualquer momento e de acordo com as regras de cada utilizador, sendo apenas uma forma de facilitar e dinamizar a criação das entidades de forma genérica.

Posso registar uma fatura em moeda estrangeira?

Sim. O Jasmin permite a utilização de diferentes moedas na gestão das listas de preços e no lançamento de documentos. Pode emitir uma fatura em moeda estrangeira a partir da área Vendas | Fatura.  Consulte o artigo para saber mais.

Posso emitir uma fatura para um cliente intracomunitário ou de um mercado externo?

Sim. No Jasmim é possível emitir faturas para clientes intracomunitários ou de mercados externos. Para tal é necessário definir o regime de impostos da entidade na ficha do cliente em Vendas | Clientes, no separador Cliente. Para mais informações, leia o artigo aqui.