Negócios

13 KPIs fundamentais para gestores financeiros

por Mariana Gomes | 20 Novembro, 2019

KPI deriva da expressão inglesa Key Performance Indicator e é uma métrica que pode ser utilizada por gestores financeiros para monitorizar o desempenho de estratégias e estabelecer metas a alcançar.

 

Os Indicadores-Chave de Performance analisam processos e ações nas mais variadas áreas dentro de uma empresa. São, no fundo, uma forma de medir se uma ação ou um conjunto de iniciativas está a responder aos objetivos da empresa.

 

O que são os KPIs?

 

Trata-se de uma ferramenta que permite acompanhar os resultados de tudo o que agrega valor ao seu negócio. Esse acompanhamento, possível devido aos KPIs, permite que gestores financeiros saibam o que funciona e o que precisa de ser alterado.

 

Os KPIs podem apresentar números ou resultados em percentagem:

 

Números: um utilizador visitou a página web da sua empresa 3 vezes.

 

Percentagem: a taxa de rejeição da página web da sua empresa é de 60%.

 

Mas que impacto têm os KPIs nos negócios? Estes indicadores ajudam gestores financeiros no acompanhamento de resultados do seu negócio. KPIs são todos os dados que ajudam a entender o funcionamento e os resultados de uma estratégia.

 

Muitas vezes, os KPIs são confundidos com métricas. Apesar de serem considerados métricas, estes são dois conceitos diferentes. A métrica é tudo aquilo que pode ser medido. Representa todos os dados que podem ou não ser relevantes para decidir ações. Não é a mesma coisa que KPI, mas uma métrica pode tornar-se um indicador-chave. Assim que uma métrica se torna um fator importante para o processo de tomada de decisão, passa a ser KPI.

 

13 KPIs para gestores financeiros

 

Os KPIs ajudam a organizar estratégias e a planear novas metas para alcançar um melhor resultado. Existem vários tipos de KPIs, dirigidos a várias áreas de negócio. O mais importante é que o indicador-chave seja relevante para a conquista dos objetivos.

 

Para selecionar quais os indicadores-chave mais importantes, é essencial que tenha definida qual a estratégia e quais os objetivos a alcançar.

 

Assim, os gestores financeiros podem medir vários indicadores:

 

  1. Lucro

O lucro representa a eficiência operacional do negócio. Ao medir o lucro, é possível compreender quais os riscos associados ao seu negócio. Este indicador mostra-lhe qual a situação real da empresa e a capacidade de se manter no mercado. 

 

  1. Rentabilidade

Este é um KPI que representa o retorno de investimento. Com este indicador é possível compreender a capacidade que um projeto tem de cobrir os custos a ele associados. Trata-se, então, do retorno do que foi investido.

 

  1. Faturação

Este é um dos KPIs mais importantes, porque indica o quanto a empresa está a vender e o que isso representa para o negócio. Para utilizar este indicador, deve comparar a faturação real com a meta que foi estabelecida.

 

  1. Recebimentos

Este KPI está diretamente relacionado com a tesouraria. O facto da empresa faturar não significa que esteja a receber o montante faturado. Assim, é importante manter o valor de recebimentos perto do valor de faturação. Para isso, deve evitar clientes que não paguem as suas faturas.

 

  1. Despesas

Tal como o nome indica, este é um KPI que permite saber quais as despesas da empresa. Assim, este indicador ajuda os gestores financeiros a reduzir gastos desnecessários.

 

  1. Fluxo de Caixa

Mede a agilidade do Fluxo de Caixa da empresa. Ou seja, mede se os recebimentos são superiores aos pagamentos. Cruzar o KPI de faturação com o de recebimento permite ter uma ideia do seu Fluxo de Caixa.

  1. Liquidez

Representa a capacidade da empresa captar dinheiro num curto prazo de tempo. Ou seja, é a facilidade com a qual um ativo pode ser convertido em dinheiro.

 

  1. Churn 

Este indicador serve para medir a taxa de evasão de clientes. O churn representa a percentagem de clientes que um negócio perde num determinado período de tempo.

  1. Produtividade

Este indicador representa a relação entre os resultados de um projeto, em determinado período de tempo, com a quantidade de recursos utilizados. Estes recursos podem ser materiais, mas também pode ser o tempo necessário para a execução de uma tarefa.

 

  1. Competitividade

Estes indicadores-chave vão estudar a relação da empresa com a concorrência, utilizando várias ferramentas e técnicas.

  1. Valor

Os KPIs de valor mostram o quanto o consumidor investiu para adquirir um produto, comprando à satisfação em consumir o mesmo.

  1. Ponto de Equilíbrio

Este KPI informa sobre o valor mínimo de faturação necessário para pagar os custos operacionais. Pode ser usado para que o gestor financeiro possa identificar a meta mínima de faturação e saber quando é que as vendas geram lucros.

  1. Endividamento

Conhecer o grau de endividamento é fundamental para uma boa gestão. Este KPI indica qual o nível de endividamento de uma empresa.

 

 

Todos os gestores financeiros devem ter em conta os KPIs corretos para a eficiência do seu negócio. Outros KPIs que medem a performance financeira são:

  • EBITDA

  • ROI (Return On Investment) ou Retorno sobre o Investimento

  • ROA (Return On Assets) ou Retorno sobre Ativos

  • ROE (Return on Equity) ou Retorno sobre o Património Líquido

  • Lucro líquido

  • Margem de lucro líquido

  • Margem de lucro bruto

  • Margem de contribuição

Como escolher um bom KPI?

Para selecionar os indicadores mais adequados para cada negócio, é importante ter em conta as estratégias e os objetivos. Isto acontece, porque são os KPIs que medem a performance de cada um dos objetivos.

Assim, um bom KPI deve ser selecionado conforme várias características:

 

Importância para o negócio

O indicador-chave mostra se a sua estratégia está a criar resultados e se o objetivo principal está a ser alcançado.

Relevância

Escolha um KPI realmente relevante para os objetivos definidos para o negócio. Não utilize indicadores pouco relevantes para otimizar o setor apontado para melhoria.

Ajudar a fazer escolhas

Um indicador que lhe dá informações e dados para que possa ajudar a fazer escolhas inteligentes é o ideal para qualquer negócio.

Ter periodicidade

Escolha KPIs que possam ser medidos periodicamente e que ajudem na tomada de decisões. Assim, estes indicadores-chave são capazes de fazer um acompanhamento para saber se a estratégia implementada está a funcionar.

 

A gestão do seu negócio está assegurada com o Jasmin 

O Jasmin disponibiliza-lhe KPIs, para que possa estabelecer objetivos e acompanhar, de forma simples, a evolução desses indicadores.

 

Assim, tem a possibilidade de focar a sua atenção nos objetivos considerados importantes e nas metas que estabeleceu, tomando as melhores decisões para o seu negócio.

 

Com o Jasmin, acompanhe toda a informação financeira do seu negócio. Esta solução permite-lhe gerir contas correntes e movimentos de caixa, monitorizar valores pendentes e prazos de vencimento e acelera a liquidação das faturas.

 

O Jasmin Software foi desenvolvido para os empreendedores e PMEs. Por ser cloud, oferece-lhe a flexibilidade para trabalhar onde quiser e, assim, cumprir os seus objetivos traçados.

 

A toda a hora e em qualquer lugar pode monitorizar a evolução do negócio e responder às obrigações fiscais.

 

Experimente o Jasmin Express: é certificado pela AT e gratuito para quem está a começar.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais artigos