Margem de lucro, bruta, líquida ou de contribuição?

por Isabel Dias | 7 Fevereiro, 2019 em
Fiscalidade e Contabilidade

A margem de lucro é um indicador essencial para qualquer gestor ou empreendedor. A confusão começa quando se atribuem diferentes significados (e fórmulas de cálculo) ao mesmo conceito.

 

Será que está a calcular as margens de lucro certas?

 

O conceito margem de lucro pode ser aplicado a um só produto ou serviço, ou a uma empresa no geral. No entanto, este conceito tem variantes que deve conhecer para fazer uma gestão precisa do negócio.

 

Margem de lucro bruta

 

Para calcular a margem de lucro, é preciso ter noção de um outro conceito: o lucro. Este representa a diferença entre as receitas e os gastos diretamente relacionados.

 

Se uma empresa que faturou 20.000€ num mês e teve gastos de 11.000€ - com operações diretamente relacionadas com as vendas (matéria prima, produção, mão de obra, envios, etc) -, o lucro respeitante àquele mês é a diferença entre esses dois valores, ou seja 9.000€.

 

Tendo em conta o lucro bruto e as receitas num determinado período, calcula-se a margem de lucro bruta, dividindo o lucro pelo total das receitas.

 

MB (%) = Lucro Bruto / Receita x 100%

 

Assim, uma empresa com 20.000€ de receita e 9.000€ de lucro bruto, terá uma margem de lucro:

 

( 9.000 / 20 000 ) x 100% = 45%

 

Apesar de a margem de lucro bruta ser fundamental para avaliar o estado da sua empresa, é sempre necessário perceber como está a margem de lucro líquida.

 

Veja ainda 6 métricas para garantir uma análise financeira eficaz!

 

Margem de lucro líquida

 

A margem de lucro líquida, por outro lado, é mais completa do que a margem de lucro bruta. Para a calcular, é necessário ter em conta todos os gastos que estão indiretamente ligados às receitas. Falamos de impostos, manutenção da sede, despesas com pessoal administrativo, custos de telefone, internet, eletricidade, água, etc.

 

Ou seja, à receita total, será necessário subtrair todos os encargos, diretos e indiretos, para calcular o lucro líquido. O que inclui muitas despesas variáveis.

 

ML (%) = Lucro Líquido / Receita x 100%

 

Tomando o exemplo anterior, imagine que das receitas de 20.000€ resultam impostos de 1000€, e despesas fixas e variáveis de 2000€. O lucro líquido será, então, de 6000€. E a margem de lucro líquida será:

 

( 6.000 / 20.0000 ) x 100% = 30%

 

Será que existe um valor ótimo? Bem, esta pergunta é difícil de responder. As melhores práticas dizem que no comércio a margem de lucro líquida deveria ser superior ou igual a 20%, enquanto que na indústria poderá rondar os 10%. O certo é que deve ser superior a zero – quanto mais alta melhor – e nunca, em caso nenhum, abaixo. Isto representaria uma situação em que o seu negócio perde dinheiro.

 

Margem de contribuição

 

A margem de contribuição é vocacionada a um produto ou serviço individual. A margem de contribuição foca-se nos custos variáveis resultantes da produção de cada unidade vendida. Pode ter em conta custos de envio, embalamento ou comissões de vendedores.

 

Esta margem é usada pelas empresas para conseguir uma visão de quão rentável é um produto ou serviço, e poder compará-lo com outros. Ao avaliar a margem de contribuição é possível descobrir possíveis problemas, e mais fácil identificar soluções – como aumento de PVP, mudança de fornecedores, etc. - com o objetivo de aumentar o lucro.

 

EBITDA

 

Este acrónimo, do inglês Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization, é uma importante medida financeira que deve ter em conta. Mas como é que se relaciona com a margem de lucro? O EBITDA é um indicador da eficiência da empresa e mostra quanto a empresa consegue gerar de lucro sem considerar o abatimento de impostos ou quaisquer outros efeitos financeiros.

 

No entanto, por não considerar quaisquer efeitos financeiros, o EBITDA sozinho pode dar ideias erradas sobre a saúde de um negócio, pelo que deve sempre apreciá-lo em conjunto com outros indicadores financeiros.

 

Conheça 3 indicadores de desempenho fundamentais que não está a medir!

 

Controle todas as margens com o Jasmin

 

Com o Jasmin, software de faturação expert em gestão, nunca foi tão fácil perceber em que ponto está o seu negócio. Porquê? O Jasmin avalia e calcula todas as margens de lucro dos seus produtos e até da sua empresa. Para isso, recolhe informação sobre compras e vendas, despesas fixas e variáveis, orçamentos e clientes, e apresenta-lhe os resultados sob a forma de Business Insights.

 

Gerir um negócio sozinho é complicado, e é nisso que o Jasmin o ajuda. Liberta-lhe tempo de tarefas repetitivas e morosas, que pode aplicar em planear e elaborar estratégias de crescimento. Além disso, o Jasmin é ainda colaborativo, sem limite de acessos, permitindo ao seu contabilista e outros aceder à informação contabilística do seu negócio.

 

Tudo isto enquanto mantém a sua informação cuidadosamente armazenada e segura na cloud. Para que possa aceder a ela, e trabalhar onde e quando quiser. Mas não é só! O Jasmin é certificado pela AT, pelo que a resposta à fiscalidade está assegurada.

 

Não espere mais, experimente já o Jasmin Express! 100% cloud, certificado pela AT e gratuito, é o parceiro que o seu negócio precisa.

Fiscalidade e Contabilidade

Guias de transporte ou faturas? Descubra as diferenças

por Isabel Dias - há 11 meses

A margem de lucro é um indicador essencial para qualquer gestor ou empreendedor. A confusão começa quando se atribuem diferentes significados (e fórmulas de cálculo) ao mesmo conceito.   Será que está a calcular as margens de lucro certas?   O conceito margem de lucro pode ser aplicado a um só produto ou serviço, ou […]

Fiscalidade e Contabilidade

Diga IES à entrega simplificada da contabilidade

por Isabel Dias - há 8 meses

A margem de lucro é um indicador essencial para qualquer gestor ou empreendedor. A confusão começa quando se atribuem diferentes significados (e fórmulas de cálculo) ao mesmo conceito.   Será que está a calcular as margens de lucro certas?   O conceito margem de lucro pode ser aplicado a um só produto ou serviço, ou […]

Fiscalidade e Contabilidade

Dicas práticas de contabilidade para PMEs

por Isabel Dias - há 1 ano

A margem de lucro é um indicador essencial para qualquer gestor ou empreendedor. A confusão começa quando se atribuem diferentes significados (e fórmulas de cálculo) ao mesmo conceito.   Será que está a calcular as margens de lucro certas?   O conceito margem de lucro pode ser aplicado a um só produto ou serviço, ou […]

Fiscalidade e Contabilidade

Dicas para poupar na entrega do IRS

por Isabel Dias - há 1 ano

A margem de lucro é um indicador essencial para qualquer gestor ou empreendedor. A confusão começa quando se atribuem diferentes significados (e fórmulas de cálculo) ao mesmo conceito.   Será que está a calcular as margens de lucro certas?   O conceito margem de lucro pode ser aplicado a um só produto ou serviço, ou […]

Fiscalidade e Contabilidade

Já conhece as alterações fiscais do Orçamento de Estado 2018?

por Isabel Dias - há 2 anos

A margem de lucro é um indicador essencial para qualquer gestor ou empreendedor. A confusão começa quando se atribuem diferentes significados (e fórmulas de cálculo) ao mesmo conceito.   Será que está a calcular as margens de lucro certas?   O conceito margem de lucro pode ser aplicado a um só produto ou serviço, ou […]

Fiscalidade e Contabilidade

Novo negócio? Prós e contras da Empresa na Hora

por Isabel Dias - há 12 meses

A margem de lucro é um indicador essencial para qualquer gestor ou empreendedor. A confusão começa quando se atribuem diferentes significados (e fórmulas de cálculo) ao mesmo conceito.   Será que está a calcular as margens de lucro certas?   O conceito margem de lucro pode ser aplicado a um só produto ou serviço, ou […]

Ver mais

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *