Negócios

Gestão logística: um dos fatores-chave nas vendas online

por Mariana Pimentel Gomes | 21 Abril, 2021

O sucesso do comércio online não é apenas resultado de um bom produto ou serviço, preços competitivos ou um bom website. Sem a aposta numa gestão logística eficiente fica em causa a sustentabilidade e rentabilidade do negócio.

 

Este é um fator-chave de sucesso: garantir um bom serviço de entregas e logística inversa (devoluções). A verdade é que, hoje, o consumidor está cada vez mais exigente. Talvez seja fruto da mudança de hábitos de consumo, muito impulsionadas pela pandemia da COVID-19 que obrigou os consumidores a adaptar rotinas – e marcas a reinventar modelos de negócio.

 

Hoje, para satisfazer as necessidades dos consumidores, as empresas precisam de apostar numa gestão logística que garanta processos eficientes, de forma a proporcionar a melhor experiência possível de compra.

 

Gestão logística para negócios online: como funciona?

 

Atrasos nas entregas, produtos trocados ou em mau estado ou entregas em locais errados, destroem a reputação e credibilidade da marca e a confiança do consumidor.

 

No novo paradigma de consumo, os clientes valorizam a rapidez e a segurança – além da comodidade que o online oferece. E para responder a esta exigência e às elevadas expectativas dos consumidores, as marcas têm de pensar numa estratégia de gestão logística integrada e mais eficiente.

 

Mas, afinal, como funciona a logística no e-commerce?

 

Um processo logístico pouco eficiente tem um impacto muito negativo no resultado das vendas. Para evitar estes maus resultados, a gestão logística deve envolver a integração de informação entre sistemas, transportes, stock, embalagem, armazenamento e expedição.

 

Todo este fluxo – que começa no momento de aquisição do produto e termina na entrega ao consumidor final – deve ser otimizado. Mas muitas marcas enfrentam o desafio da correta gestão logística. Para ser possível inverter este cenário, é fundamental conhecer todos os pontos que envolvem a logística do ecommerce.

 

Gestão e controlo de stocks

 

Planear, comprar, armazenar e expedir produtos é o workflow de qualquer negócio online. Pode não ser evidente, mas o processo logístico está presente em todo o ciclo de compra do consumidor: desde a disponibilidade do produto em stock até ao processo de entrega.

 

A grande missão é uma: encontrar um equilíbrio entre as saídas (vendas) e as entradas (compras) de material. 

 

Quando existe um planeamento eficiente, o stock disponível é capaz de responder às necessidades do cliente, evitando assim custos desnecessários com stock em excesso ou perda de clientes por falta de artigos.  

 

Inovar nos processos logísticos

 

Seja para evitar a perda de uma venda por falta de stock ou a desvalorização do iventário devido a stock em excesso, ou ainda para garantir um controlo rigoroso da organização de stocks e a satisfação do cliente, as empresas devem ter em consideração alguns aspetos, tais como:

 

  • Sistemas de monitorização de stock

    Hoje, já existe software que garante um controlo rigoroso do inventário, além de ajudar na organização dos artigos e monitorização de stock. A tecnologia hoje disponível permite prever as vendas, em função da procura e de outros parâmetros, e organizar relatórios que permitem facilmente consultar o stock disponível e rapidamente tomar as melhores decisões para responder à dinâmica do mercado.
     
  • Sistemas de controlo e organização de stock

    Se trabalha na área logística, certamente conhece muito bem o termo picking. O picking consiste na separação e preparação dos pedidos para enviar aos clientes. De entre as várias operações inerentes à gestão de stocks, a preparação de pedidos (picking) é apontada como uma das mais críticas, não só pelo grau de complexidade que envolve, mas também por se tratar de uma das atividades com custos mais elevados. Mas já existem sistemas de picking inovadores, que utilizam tecnologias como o reconhecimento de voz, leitores de RFID ou realidade aumentada e que podem ser uma grande ajuda para aumentar a eficiência das operações.

  • Métodos de expedição e entregas

    E o dropshipping, conhece? O termo nasceu da junção de duas palavras: drop, que significa “largar”, e shipping, que pode ser traduzida como “envio”. Conhecendo o significado quase literal da palavra, torna-se mais simples compreender a utilidade deste método para as lojas onlinedeixar a entrega e o stock por conta de outra empresa. No fundo, trata-se de uma forma mais económica de gerir um negócio de vendas online sem existir a preocupação com grandes quantidades de stock.

Veja, neste artigo, como funciona o dropshipping.

  • Fulfillment

    outra terminologia muito comum na área logística é o fulfillment. Refere-se ao conjunto de atividades que envolvem o atendimento ao cliente, desde o momento do pedido de encomenda, até ao momento de entrega ao consumidor final. Neste ciclo, estão atividades e processos, como: receção de pedidos, armazenamento, controlo de stock, distribuição e logística, acompanhamento das entregas, serviço ao cliente, logística inversa e análise de feedback.

     

  • Logística inversa

    Este é outro termo muito comum que se refere a um procedimento que visa facilitar a devolução de um produto num negócio de ecommerce. Este processo é a chave que dita a satisfação do serviço prestado por uma marca. É, por isso, importante ter uma política de troca e devolução descomplicada. Isto faz com que o consumidor não fique surpreendido, caso venha a precisar de utilizar este serviço.

Mas como simplificar a gestão logística?

 

A gestão logística de um negócio de vendas online deve ser adaptada ao modelo de negócio de cada marca. E é incontestável que a tecnologia representa um papel crucial no controlo eficaz do stock e, com a tendência de crescimento do comércio online cada vez mais acentuada, surgem necessidades e desafios para as empresas que decidem apostar neste modelo de negócio online.

 

Além da gestão logística, é fundamental ter um controlo global de todos os aspetos do negócio. Com o Jasmin, um software de gestão cloud que responde às exigências do comércio online, é possível gerar faturas, fazer a gestão de stock, tratar da expedição das encomendas e dar seguimento a devoluções dos vários canais de venda, de forma centralizada.

 

Num único backoffice, faz a gestão administrativa e logística dos vários canais de venda!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais artigos