Tecnologia

Social Selling: o que é e quais os benefícios para a sua empresa

por Isabel Dias | 7 Março, 2018

Seguramente que já ouviu falar de Social Selling e poderá achar que sabe o que é. E não, não é o mesmo que Marketing ou Publicidade nas redes sociais. Mas se há algo com que todos podemos concordar é que o poder das redes sociais mudou o modo de comunicar e vender, facilitando e agilizando este último processo, visto não ser mais necessária a típica tríade de consumidores, transações, produtos ou serviços.

 

Assim, a natureza unilateral do comércio e da promoção desapareceu para dar lugar a estratégias sociais focadas nos interesses dos clientes, à interação multilateral, à fidelidade para com marca e, claro, à conversão – isto é o Social Selling.

 

O seu processo ocorre em comunidades e redes sociais, pois são espaços que servem de plataforma para chegar a mais clientes e promover um maior envolvimento com eles.

 

Saiba como dar início ao processo de Social Selling

 

Se ainda não incorporou o Social Selling no seu negócio, então, lamentamos informar, mas está a perder vendas para concorrentes que sejam “socialmente” mais experientes.

 

Social Selling é a arte de usar as redes sociais para encontrar, conectar-se, entender e nutrir perspetivas de vendas. Trata-se de uma maneira moderna de desenvolver relacionamentos significativos com potenciais clientes que privilegiam a sua marca no momento da compra.

 

Se possui uma página de negócios no Facebook, um perfil de LinkedIn ou uma conta profissional no Twitter, então já cumpriu as etapas base de Social Selling, mesmo que não se tenha apercebido disso, nem associado ao tema.

 

Social Selling não consiste apenas em obter acesso a contatos, mas principalmente em construir relacionamentos e em ouvir estrategicamente o momento certo para se juntar à conversa para que se possa apresentar como uma solução para um problema atual, abordando uma necessidade urgente de facilitar a vida.

 

Os 4 pilares do Social Selling

 

Se já tem as contas de redes sociais criadas, mas não sabe como tirar o máximo de proveito para levar à conversão, então saiba o que deve fazer.

 

1. Criar uma marca profissional

 

O mundo atual do B2B é muito seletivo e só resultará em pleno com fornecedores que simbolizem integridade e confiança. Uma marca profissional forte mostra que é um elemento importante e ativo no seu mercado, o que leva a mais consultas de clientes potenciais e, consequentemente, a mais conversões.

 

2. Atentar às expetativas

 

O processo de Social Selling permite que a empresa se relacione com as expetativas do cliente final de forma mais efetiva e realista do que os processos de venda tradicionais, bem como se torne mais acessível, próxima e transparente.

 

3. Estar atento ao mercado

 

Posicione o seu negócio como um especialista na área em que atua, compartilhando conteúdos relevantes da indústria, comentando notícias e construindo a sua marca profissional. Isto permite que os vendedores demonstrem atualização e atraiam novos contatos.

 

4. Construir relacionamentos confiáveis

 

Crie confiança, compartilhando as suas perspetivas e ajudando a fornecer informações relevantes para pontos comuns ou para questões que careçam de soluções ou respostas.

 

4 benefícios do Social Selling

 

Ao implementar uma estratégia de Social Selling na sua empresa, irá verificar um aumento das vendas. Conheça mais vantagens:

 

1. Reduzir o ciclo de vendas

 

As ferramentas online disponíveis e as conversas nas redes sociais permitirão monitorizar e conhecer as preferências, dúvidas, interesses e opiniões das pessoas em relação a um produto ou serviço, num período de pesquisa reduzido. Então, poderá concentrar-se noutros aspetos da venda que gerem valor agregado para os clientes.

 

2. Ganhar reputação online

 

Além da qualidade do produto ou serviço que oferece, é importante ganhar reputação online. Isto é conseguido através de opiniões e comentários sobre o produto e otimização dos perfis sociais da equipa, da empresa e dos seus vendedores.

 

3. Gerar leads

 

E, com isso, atrair, potenciais clientes, já que, ao oferecer conteúdo e valor útil aos usuários, permite-lhe conhecer as suas preocupações e fornecer soluções através das redes sociais, aumenta a possibilidade de conquistar a fidelidade dos clientes.

 

4. Otimizar as vendas offline e online

 

Mesmo que não tenha um site de vendas, o posicionamento do seu site atual e a aplicação de uma estratégia efetiva de redes sociais irão ajudá-lo a otimizar as vendas a todos os níveis.

 

Ser capaz de construir um melhor relacionamento com os clientes e manter a marca conectada aos usuários é o objetivo essencial do processo de Social Selling.

 

Conheça os seus clientes e potenciais clientes e ofereça-lhes melhores experiências, bem como produtos e serviços, que se concretizem num aumento de vendas.

 

A faturação num processo de Social Selling

 

Para se poder dedicar inteiramente à implementação do Social Selling na sua empresa, criando os perfis nas redes sociais e elaborando uma estratégia adequada, é inevitável que fique com menos tempo para se dedicar à gestão da faturação da sua empresa que, inevitavelmente, deverá ser feita.

 

O Jasmin é a solução. Este software de faturação cloud, certificado e gratuito, que permite gerir e levar o seu negócio para outro patamar, funciona de forma simples e intuitiva. Além disso, disponibiliza várias funcionalidades, tornando-se num serviço global e integrado que poderá fazer a diferença.

 

Experimente já hoje o Jasmin e torne a gestão da sua empresa mais eficaz, ao mesmo tempo que desenvolve uma estratégia de Social Selling e aumenta os níveis de engagement com os seus clientes ou potenciais clientes. São só vantagens!

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Mais artigos

Ver mais