Tecnologia

As melhores estratégias digitais para negócios online

por Isabel Dias | 21 Novembro, 2017

A par da evolução tecnológica começam a ganhar força os negócios online que, cada vez mais, atraem não só a atenção dos consumidores como também das marcas.

 

Negócios online, porquê?  

 

De acordo com o estudo anual realizado pela ACEPI, Associação da Economia Digital, cerca de 36% dos portugueses faz compras online, prevendo-se que o valor aumente para 59% em 2025.

 

Quanto a valores, em 2017 já foram gastos pelos portugueses cerca de 4,6 mil milhões de euros em compras online, uma fatura que poderá subir para os 8,9 mil milhões em 2025.

 

Em contrapartida, e apesar de 39% das empresas portuguesas terem presença online, apenas 27% fazem negócio através da internet.

 

Não é segredo nenhum. Os hábitos de consumo estão a alterar e é cada vez mais importante que as marcas saibam adaptar-se ao comportamento deste “novo” consumidor.

 

Os negócios online são uma mais-valia para as marcas darem a conhecer os seus produtos ou serviços à escala global, 24 sob 24 horas.

 

Mas, com tanta oferta na internet, como é que as marcas se conseguem destacar da concorrência e aproximar-se do público-alvo? O mais importante é, sem dúvida, a qualidade dos produtos ou serviços. Mas isso só não chega, é preciso investir em estratégias de marketing digital.

 

As 5 melhores estratégias digitais para negócios online

 

1. Marketing de conteúdo

Vivemos num mundo cada vez mais digital em que a internet faz parte do dia-a-dia dos consumidores. Arriscamo-nos até a afirmar que a primeira coisa que um consumidor faz quando identifica uma necessidade é pesquisar informação na internet.

E é exatamente daqui que advém a importância do marketing de conteúdo, cujo foco é criar conteúdo relevante que ajude a criar uma relação de confiança entre as marcas e os consumidores.

 

Para além disso, conteúdo relevante ajuda a posicionar os negócios nos motores de pesquisa como o Google. Como? Através de técnicas de Search Engine Optimization (SEO).

 

2. E-mail marketing

O e-mail marketing é uma das formas mais diretas para as marcas se relacionarem com os seus consumidores. No entanto, há que ter certos cuidados ao utilizar esta estratégia.

 

As caixas de correio eletrónico estão cheias de informação e, na maioria das vezes, o recetor apaga os e-mails sem sequer os chegar a abrir. Como tal, para que o e-mail marketing gere resultados, é importante ter bases de dados com informação atualizada.

 

Enviar a mensagem certa à pessoa certa (e se possível no timing certo) deve ser a principal preocupação das marcas. Caso contrário, o e-mail marketing poderá transformar-se numa estratégia demasiado intrusiva sem qualquer interesse para os consumidores.

 

3. Social media

Nasceram como meio de comunicação, mas a verdade é que cada vez mais os consumidores utilizam as redes sociais para pesquisar informação sobre as marcas com as quais se identificam.

 

Assim, marcar presença nas redes sociais é fundamental para criar e manter uma relação de proximidade com os consumidores. Mas para isso as marcas precisam de mostrar que se preocupam com o seu público-alvo e ter especial atenção ao feedback do mesmo.

 

Arriscamo-nos até a afirmar que, nos dias que correm, estar presente por si só já não chega. Vender através das redes sociais é uma realidade! Como tal, e com o lançamento do Facebook Marketplace, ter uma loja online no Facebook é cada vez mais importante para adquirir vantagem competitiva.

 

4. Remarketing

 

O remarketing, também conhecido como retargeting, tem como principal objetivo aumentar as vendas ao fazer com que o consumidor se lembre do produto pelo qual pesquisou.

 

É certo que a decisão de compra nunca é feita quando se vê um anúncio ou se visita uma loja online pela primeira vez. Mas é aqui que o retargeting entra. Ao exibir, posteriormente à pesquisa, anúncios sobre o produto em questão para que este continue na mente do consumidor durante mais algum tempo e o incentive à compra.

 

5. Mobile marketing

 

Tendo em conta a crescente utilização de dispositivos móveis, investir em estratégias de mobile marketing é essencial para as marcas promoverem o relacionamento com os seus consumidores.

 

Para além disso, tirar proveito dos diversos dispositivos móveis utilizados pelo consumidor ajuda as marcas a chegar mais rápido ao seu público, destacando-se da concorrência.

 

Mais do que estratégias digitais

 

Os negócios online não vivem só de estratégias digitais. Vivem também de ferramentas que ajudem a simplificar a gestão diária do negócio. Para além das de marketing, existem também outras funções, como por exemplo as financeiras, operacionais e administrativas, que estruturam uma empresa e fazem avançar o negócio.

 

Assim, ter um software de gestão que permita dinamizar os resultados de uma forma mais prática e eficiente deve ser uma preocupação para quem gere um negócio online. O Jasmin Express é um software de gestão certificado e gratuito, desenvolvido para pequenos negócios, start-ups e empreendedores que iniciaram recentemente a sua atividade, ou que pretendem otimizar a gestão do negócio. Se é o seu caso, hoje é o seu dia de sorte! Experimente o Jasmin!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Mais artigos