Tecnologia

Plataforma Ecommerce: quais os critérios para escolher a melhor?

por Mariana Gomes | 5 Novembro, 2020

A escolha da tecnologia sobre a qual vai trabalhar um negócio de ecommerce pode tornar-se um dos pontos-chave do sucesso ou do fracasso de uma empresa. A verdade é que o lançamento de um negócio online não é um jogo de roleta-russa: exige a escolha da melhor plataforma de ecommerce para alcançar os melhores resultados.

 

As opções são várias e os resultados também, mas qual será a melhor opção? Vender em marketplaces, optar por lojas online próprias ou estudar outras plataformas online? É no momento da escolha que surge a dúvida: qual é a plataforma de ecommerce certa para o meu negócio?

 

O que deve ter em conta ao escolher a plataforma de ecommerce?

 

Num mercado digital como o atual, não é suficiente adaptar negócios físicos ou criar novos negócios online e começar a vender. É essencial colocar os produtos ao serviço da melhor plataforma e desenvolver estratégias específicas para cada uma.

 

Começar a vender online exige, não só um conjunto de recursos disponíveis, como um planeamento profundo do modelo de negócio. E para evitar erros na escolha da plataforma de ecommerce, é fundamental ter em conta alguns aspetos essenciais:

 

Quantidade de produtos disponíveis para venda

 

O número de produtos disponíveis para venda pode ditar a escolha da plataforma de ecommerce. Com muitos produtos surge a necessidade de atualizar o stock com maior frequência e, consequentemente, atualizar preços quando necessário.

 

Se o seu negócio inclui a venda de poucos produtos, pode optar por uma plataforma simples, como o Shopify – que integra ainda com outras plataformas de gestão essenciais para o seu negócio.

 

Se vende grandes quantidades de produtos e possui milhares de referências, o ideal será encontrar uma empresa com experiência neste mercado de desenvolvimento de lojas online.

 

Gestão de stock

 

Para o bom funcionamento do negócio de ecommerce, é fundamental manter o equilíbrio entre assegurar o stock suficiente para responder aos pedidos dos clientes e evitar o excesso de stock armazenado. Para tal, importa assegurar uma plataforma de ecommerce que faça uma gestão do stock realmente eficiente.

 

Abordagem múltiplos mercados ou idiomas

 

Criar websites em diferentes idiomas tem implicações funcionais, no SEO, na gestão de stock e também na moeda e nas zonas cambiais e fiscais. É fundamental definir as necessidades de uma forma muito concreta e avaliar as opções.

 

Quem irá trabalhar no projeto?

 

Conhecer os recursos humanos disponíveis para gerir o negócio online é importante. Se a empresa tem a capacidade de gerir internamente toda a parte de programação da plataforma, é possível optar por plataformas open source ou desenvolvidas à medida. Se não existem capacidades técnicas ou os recursos humanos são insuficientes, o ideal é optar por plataformas com maior número de automatismos e integrações. Assim, gerir produtos, preços, stocks e faturação é mais ágil, automático e menos sujeito a erros.

 

O investimento disponível e o volume de vendas esperado

 

A melhor forma para calcular o investimento disponível para o desenvolvimento do negócio online é baseá-lo no volume de vendas esperado. Assim, é fundamental ter uma análise consistente do mercado e dos potenciais clientes na área de negócio específica. Invista numa plataforma escalável que lhe ofereça características importantes, como a vantagem de ser multimercado, multi-idioma e multimoeda, para evitar custos acrescidos posteriormente.

 

Flexibilidade da plataforma

 

Ao escolher a plataforma, é importante ter em consideração algumas caraterísticas, nomeadamente se e possível mudar a estrutura de HTML e CSS ou personalizar o layout. Não se esqueça, a personalização é essencial para criar a identidade de um negócio. E esta identidade é um fator-chave para o sucesso num mercado sobrecarregado de produtos e marcas.

 

Funcionalidades que deve garantir

 

Pagamento: A plataforma possui gateway próprio para pagamento? Caso não ofereça, ela integra bem com outros gateways de pagamento?

 

Integrações: Quais são as integrações que necessita para o seu negócio online? Possui algum software de gestão ou de faturação? Hoje importa garantir uma gestão integrada de todas as operações e canais de venda e a integração é uma forma de garantir que todo o processo de registo de produtos, gestão de encomendas e devoluções ou monitorização de stock ocorra num único local e de uma única vez. Isso representa um grande ganho de tempo e agilidade na gestão do negócio.

 

Agilizar processos, reduzir riscos, evitar perdas e automatizar operações é a base e a essência da gestão integrada. E esta estratégia de negócio exige a aposta em ferramentas que garantem a total integração dos processos. 

 

Automatizar processos, economizar tempo e aumentar o lucro é o resultado do investimento na integração. Assim, não só os canais de venda estão integrados, como toda a gestão administrativa e o controlo logístico estão centralizados num único backoffice. E isto alinha várias vantagens:

 

  • Gestão de pedidos, devoluções e inventário disponível para cada canal de venda;
  • Controlo das encomendas provenientes das várias plataformas;
  • Faturação automática;
  • Monitorização de cada canal de venda.

Integre a plataforma ecommerce com o software de gestão

 

Quer esteja a vender em marketplaces, como o Dott, ou na sua loja online Shopify, importa garantir uma gestão totalmente integrada de todas as tarefas administrativas e operações logísticas.

 

Com o Jasmin, um software de gestão 100% cloud, já pode dar resposta a estas exigências e entrar na era das integrações com o pé direito. Com o novo módulo de ecommerce, pode:

 

  • Controlar as encomendas e devoluções, provenientes das várias plataformas de e-commerce, num só lugar.
  • Fazer a gestão de pedidos, devoluções e do inventário disponível para cada canal de venda, de forma centralizada.
  • Realizar a gestão e atualização do portfólio de artigos das diferentes plataformas de e-commerce, num único backoffice.
  • Fazer a gestão e a atualização de preços, campanhas de desconto e artigos em promoção, sem esforço e num só backoffice.
  • Integrar as encomendas da sua loja online e dos marketplaces onde está presente e faturar automaticamente.

Conheça os vários conectores que temos disponíveis com plataformas de ecommerce e simplifique a gestão das vendas online!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais artigos