Negócios

Os 5 maiores marketplaces em Portugal

por Mariana Gomes | 28 Julho, 2020

Comprar de forma rápida, com segurança e no conforto do sofá, hoje, é possível. As soluções já não passam apenas por lojas online das marcas. Os marketplaces em Portugal estão a ganhar território num mercado de consumo cada vez mais exigente.

 

À distância de um clique está um mundo de possibilidades. Não há praticamente nada que não seja possível ser comprado a partir da internet e os marketplaces destacam-se nas vendas online pela sua multiplicidade de vantagens:

 

  • Colocar a marca ou o produto junto de uma grande audiência;
  • Funcionam como um shopping online, oferecendo fácil acesso a milhares de clientes;
  • Não existe a necessidade de conhecimentos técnicos de gestão da loja online;
  • A plataforma encarrega-se da logística, da gestão de devoluções, segurança e métodos de pagamento, manutenção do site, entre outras vantagens.

Como funcionam os marketplaces?

 

Existe uma variedade de formatos de venda online e, com a crescente evolução da era digital, as estratégias de negócio sofrem a necessidade de se adaptar para responder às exigências de uma nova era de consumidores.

 

Porque não optar por colocar a loja numa plataforma de e-commerce com elevado volume de acessos e vendas? Os marketplaces representam o papel de um verdadeiro shopping online que reúne vários vendedores e marcas num único local, além de uma grande variedade de produtos, que facilita a escolha, a comparação de preços e características e simplifica muito significativamente o processo de compra.

 

A grande vantagem de utilização dos marketplaces na estratégia de vendas online é a visibilidade e o poder de atração que conferem à marca. Contudo, se por um lado, ao investir nos marketplaces se reduz o investimento numa plataforma de e-commerce, por outro, é importante ter em consideração que o marketplace irá receber uma percentagem da margem de cada venda efetuada.

 

Como escolher um marketplace?

 

A regra de ouro em qualquer estratégia de negócio é o conhecimento da marca, do produto e do mercado. Dependendo do target, é possível optar por marketplaces gerais ou especializados em determinados setores.

 

  1. Tenha em consideração que vender em marketplaces envolve desenvolver conteúdos sobre a marca e produtos: imagens, vídeos, descrições, características;
  2. Cada marketplace apresenta uma lista de requisitos: estude os benefícios antes de implementar este método de vendas online;
  3. A percentagem por cada venda varia em cada marketplace: compare as hipóteses e analise qual a plataforma mais acedida pelo seu público-alvo;
  4. Alguns marketplaces possuem ferramentas de promoção e publicidade: analise o investimento publicitário antes de escolher a plataforma.

Os maiores marketplaces em Portugal

 

As vendas offline não dependem apenas da competência e persuasão dos vendedores. No meio digital dependem, essencialmente, da atratividade dos conteúdos e da confiança que a marca confere ao consumidor. Tudo isto está dependente de um bom planeamento de negócio e estratégias de vendas, que implica a escolha dos marketplaces adequados a cada tipo de negócio.

 

Estes são os 5 mais relevantes marketplaces em Portugal:

 

1. Amazon

 

A Amazon é uma empresa de comércio online que assume hoje o papel de maior loja online do mundo. Além de agregar inúmeras marcas e produtos, a Amazon permite que os utilizadores deixem reviews em cada produto, facilitando o processo de comparação.  

 

2. OLX

 

O OLX dedica-se à compra e venda de artigos usados – e também novos – por qualquer pessoa. Engloba diversos setores, desde tecnologia a livros ou artigos para casa. A facilidade da transação de bens é uma das maiores vantagens do OLX.

 

3. eBay

 

Tal como acontece na Amazon, o eBay permite consultar e adicionar opiniões, reviews e qualquer feedback aos determinados produtos. Trata-se de uma plataforma de e-commerce que foca três modalidades de compra e venda: leilão, oferta direta ao vendedor e a compra imediata.

 

4. Farfetch

 

A Farfetch é uma empresa de comércio online de moda de luxo que engloba uma variedade de marcas famosas. A empresa opera em diversos mercados internacionais e conta com mais de 1.200 marcas.

 

5. Dott

 

O Dott nasceu com o objetivo de ser o site de compras online de referência em Portugal e é o primeiro marketplace 100% português. Além de apresentar uma boa experiência de e-commerce em Portugal, através da maior rede de distribuição a nível nacional, conta com mais de 500 mil referências disponibilizadas, o que equivale a dois hipermercados.

 

Outros marketplaces em Portugal a seguir:

 

  • Fnac Marketplace
  • Marketplace Books – WOOK
  • KuantoKusta
  • Worten Marketplace

Investir em marketpalces como complemento à estratégia global da marca é o melhor aliado ao sucesso das vendas. Contudo, deve estudar a hipótese de conciliar uma loja online da própria marca com a presença no marketplace. Esta estratégia omnicanal é o que confere a maior vantagem competitiva à estratégia de negócio.

 

Gestão mais simples, negócio mais eficiente

 

Está a investir, ou a pensar investir, em vários canais de venda para o seu negócio de comércio online? A aposta em soluções de gestão administrativa e logística é a resposta aos desafios que o comércio online impõe.

 

Hoje, com recurso a tecnologia, esta gestão do negócio é simplificada e agilizada. Um software de gestão, como o Jasmin, além de otimizar a gestão diária, integra facilmente todos os aspetos de e-commerce num único backoffice.

 

Com o Jasmin garante uma gestão integrada dos vários canais de venda, controla as vendas num único local e consegue fazer a gestão do inventário disponível para cada canal de venda.

 

Além disso, conta ainda com um dashboard com resultados das vendas nos vários canais. Aposte numa gestão multichannel, integrando as várias plataformas de e-commerce com o Jasmin.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais artigos