Tecnologia

O que é um marketplace?

por Isabel Dias | 28 Fevereiro, 2018

Já ouviu falar do termo “marketplace” mas não sabe a que se refere? À semelhança de um e-commerce, um marketplace é uma plataforma que é criada com o objetivo de promover a venda de produtos através da internet.

 

Contudo, enquanto o e-commerce se designa por uma loja online onde as empresas vendem os seus próprios produtos, um marketplace define-se como uma plataforma onde várias empresas e/ou marcas se podem registar e vender os seus produtos. Em suma, pode-se dizer que um marketplace se assume como um shopping virtual.

 

Ainda que a maioria das empresas continue a resistir a esta tendência e não explore os marketplaces como um canal de vendas adicional, a verdade é que este pode ter um impacto significativo no volume de vendas. Contudo, para ser bem-sucedido, há três regras fundamentais:

 

  • Reduzir o mínimo de despesa na venda e compra para criar liquidez;
  • Gerar um maior nível de confiança e transparência para incentivar a participação;
  • Criar mecanismos pró-ativos e reativos para abordar problemas inevitáveis ​​que possam surgir entre os utilizadores.

 

 Marketplace como canal de vendas adicional

 

A evolução digital trouxe mudanças significativas no que ao campo comercial diz respeito. A par disso, são muitas as empresas e/ou marcas que começam a olhar para os marketplaces como uma nova forma de chegar a qualquer parte do mundo ou até mesmo de internacionalizar o seu negócio.

 

Além disso, todas as informações dos produtos disponíveis para venda no marketplace podem ser consultadas pelos consumidores em tempo real.

 

Vantagens e desvantagens de um marketplace

 

Principais vantagens

 

Na ótica do vendedor:

  • Maior divulgação, visibilidade e notoriedade da marca;
  • Possibilidade de vender através de um canal adicional;
  • Custos de investimento mais reduzidos em comparação com os canais de venda físicos;
  • Não é necessário investir num site próprio;
  • As restrições de tempo e os problemas com diferenças horárias são removidas, pois é possível vender 24 horas por dia;
  • Maiores oportunidades para fornecedores e vendedores estabelecerem novas parcerias comerciais.

 

Na ótica do comprador:

  • Possibilidade de comparar preços e produtos de forma mais rápida e numa única plataforma;
  • Aumento do nível de confiança e de proximidade.

 

Principais desvantagens

 

Os marketplaces são uma ótima forma de as marcas conseguirem chegar a novos potenciais clientes. No entanto, podem haver algumas desvantagens.

 

  • Dado que os produtos são oferecidos por muitos vendedores, as informações comparáveis ​​e o tempo de entrega não são uniformes;
  • Poderão ocorrer falhas técnicas, dificultando assim o processo de compra por parte do consumidor;
  • Avaliações negativas online são mais fáceis de difundir e influenciar outros potenciais clientes;
  • É necessário investir em publicidade online que, mesmo sendo mais económica que a publicidade tradicional, cobre uma grande parte do seu orçamento.

 

Apostar num marketplace: sim ou não?

 

Se está em dúvida sobre colocar ou não o seu negócio num marketplace, avalie as seguintes questões:

 

  • Qual é o objetivo de entrar no marketplace?
  • A entrada num marketplace é compatível com a estratégia de negócio?
  • Posso suportar o custo de participação num marketplace (tendo em conta que há gastos com comissões para transações concluídas, taxas de adesão e taxas de listagem)?
  • Vou conseguir atrair a atenção dos tipos certos de clientes para o meu próprio negócio?
  • O layout e usabilidade do marketplace onde vou entrar são agradáveis e intuitivos para o cliente?
  • O marketplace está adequadamente equipado para garantir que os serviços sejam mantidos 24 horas por dia?
  • Há algum custo associado à compatibilidade dos meus próprios sistemas ou softwares?

 

Conheça o market place do Jasmin

 

Sendo o Jasmin um software de faturação, o seu conceito de market place é um pouco descontextualizado. O market place do Jasmin é, nada mais nada menos, do que um conjunto de ferramentas integradas no software que torna mais eficaz a gestão no seu negócio facilitando a passagem de informação com os clientes. Este market place permite rentabilizar recursos e ativos.

 

No market place do Jasmim, poderá fazer as integrações que desejar, já que este software permite as conexões com as seguintes aplicações:

 

  • Gmail – um dos serviços de e-mail mais populares em todo o mundo;
  • Slack – plataforma para comunicação em equipa;
  • Dropbox – armazenamento de arquivos online;
  • Shopify – plataforma de venda de produtos ou serviços;
  • E-goi - plataforma de marketing multicanal, que inclui serviços de e-mail marketing;
  • Twilio – aplicação para comunicação de voz, sms e vídeo;
  • Pipedrive – sistema de vendas para comerciais que permite mais organização e poupança de tempo;
  • Magento – plataforma de comércio mais famosa em todo o mundo;
  • Mailchimp – serviço online de envio de newsletters;
  • Google Contacts – livro de endereços e contactos do Gmail;
  • Google Sheets – folha de cálculo da Google, disponível em diversos dispositivos.

 

Como o Jasmin pode ajudar a entrar num marketplace

 

Entrar num marketplace é, por si só, uma nova aventura que lhe requer muita atenção e dedicação, principalmente numa fase inicial dado o período de adaptação. Como tal, tenha em conta que nenhum outro processo ou tarefa da sua empresa pode ficar em atraso ou ser desconsiderado.

 

Para que isso não aconteça, porque não apostar num software de gestão que o ajude a acompanhar a evolução do seu negócio de uma forma mais rápida, intuitiva e confiante?

 

Se está à procura de um software de gestão para o seu negócio, então o Jasmin é a solução ideal para si. O Jasmin assume-se como um software 100% cloud e certificado que foi desenvolvido para pessoas ou pequenas empresas que pretendem trabalhar de forma autónoma e cumprir todas as obrigações fiscais, mantendo os processos administrativos em constante segurança.

 

Experimente já o Jasmin e faça o seu negócio evoluir!

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Mais artigos

Ver mais