Negócios

Mercado imobiliário: prepare-se para o impacto da Geração Z

por Mariana Gomes | 14 Abril, 2020

O mercado imobiliário já se começou a preparar para uma Era dominada por uma nova geração de consumidores. A Geração Z já é parte ativa no mercado imobiliário e no mercado de consumo em geral. O desafio é responder às necessidades deste público.

 

Uma geração que já nasceu conectada representa um papel relevante no mercado imobiliário e está a tornar-se um pilar importante para o crescimento deste setor.

 

Mercado imobiliário: desafios e oportunidades

 

O mercado imobiliário não para de crescer. Os números não enganam: em 2019, os preços das casas subiram 9,6% e foram vendidas 181.478 casas, segundo dados do INE.

 

O setor de venda ou arrendamento de casas, apartamentos, terrenos, salas ou escritórios sofre constantes oscilações, resultantes da lei da oferta e da procura. Esta é a constante ameaça do mercado imobiliário: a sustentabilidade da procura em função dos ciclos económicos. 

 

Mas as tendências que vão surgindo no mercado são, também, uma fonte de oportunidade para este setor. E quem está a ditar as novas tendências é o público jovem. Este perfil de clientes não procura os mesmos imóveis que as gerações anteriores procuravam e o mercado imobiliário tem de se adaptar às novas necessidades. 

 

Mas qual é o verdadeiro impacto da Geração Z no mercado imobiliário? E como é que este mercado se pode adaptar a uma nova geração de consumidores?

 

Quem é a geração Z?

 

São nativos digitais, fazem várias coisas ao mesmo tempo e consomem informação instantaneamente. Não existem um acordo no ano exato que define o início e o fim da desta geração. Contudo, segundo o Pew Research Center, a geração dos Millennials – anterior à Geração Z – nasceu entre 1981 e 1996. As pessoas nascidas a partir de 1997 são consideradas parte de uma nova geração.

 

Comunicar, aprender, fazer compras, socializar ou viajar são atividades todas elas dependentes de tecnologia. Esta é uma tendência que influencia as suas personalidades, motivações e perspetivas.

 

Também de acordo com um estudo do Euromonitor, a Geração Z vai formar a grande maioria dos consumidores a nível global, até 2030.

 

Ora, considerando que os membros mais antigos da Geração Z têm pouco mais de 20 anos, não faltam motivos para as empresas se prepararem para responder às necessidades desta nova geração.

 

Como o mercado imobiliário pode dar resposta à Geração Z?

 

Deve estar a perguntar-se o porquê de ter de se preocupar com uma geração que ainda não faz parte da sua base de clientes. Mas a resposta é simples: não falta muito tempo para a indústria ser dominada pelos consumidores da Geração Z. 

 

Neste sentido, é fundamental compreender este público. Assim, é possível adaptar negócios, serviços, ações de comunicação e estratégias de marketing às suas necessidades.

 

Presença online é uma aposta fundamental

 

Não se trata apenas do mercado imobiliário. O online é um fator essencial para o sucesso de qualquer negócio, sem exceção. Desde as redes sociais a um website, qualquer empresa deve estar presente na internet.

 

É através destes canais que este público vai ser atraído para o seu negócio. Desde o momento de procura até ao momento da pós-compra, os clientes querem ver todo o processo tratado de forma online.

 

Tenha atenção aos canais e conteúdo

 

Uma das principais formas da Geração Z consumir conteúdo é através de vídeo. Por isso, além de escolher bem os canais onde o seu target se encontra, utilize conteúdo criativo e personalizado nas ações de divulgação.

 

Uma geração caracterizada pelo desapego

 

A Geração Z é a geração do futuro. E estes clientes dão valor às novas e boas experiências. Já não procuram uma casa para construir família, mas sim um espaço que favoreça bons momentos. Por isso, o mercado imobiliário deve oferecer opções que não os prendam ao imóvel durante muito tempo.

 

A oferta de contratos de arrendamento mais curtos pode ser uma excelente opção. Trata-se de uma geração móvel, que gosta de viajar e viver novas experiências de vida.

 

Além disso, é importante perceber que a burocracia é um grande obstáculo para estes jovens. Simplifique os processos e agilize os negócios!

 

Imóveis pequenos são cada vez mais valorizados

 

No seguimento da valorização da mobilidade, essa geração procura, cada vez mais, imóveis pequenos. A perspetiva é a mesma: estes jovens não procuram um imóvel para o resto da vida. Esta geração já não se vê a morar em grandes casas de família. Uma das principais razões para isto se verificar é o estilo de vida moderno. Cada vez mais, as pessoas vivem fora de casa e querem economizar tempo. Isso representa um grande impacto na escolha do imóvel para o futuro.

 

Aposte no conforto

 

Ter um imóvel pequeno não elimina a necessidade de ter um espaço cómodo para viver. A Geração Z, apesar de preferir espaços mais pequenos, valoriza o luxo e a infraestrutura cómoda.

 

A importância da boa localização

 

Agora, mais do que nunca, a boa localização é um dos fatores imprescindíveis. Considerando o fator da mobilidade que caracteriza este grupo, é fundamental, para eles, morar em zonas próximas dos serviços principais.  

 

Deve ter em atenção os serviços e espaços de convivência perto do imóvel, bem como ginásios ou espaços de garagem.

 

A qualidade de vida é objetivo principal destes jovens. E os imóveis de fácil acesso, próximos de pastelarias, shoppings, supermercados ou farmácias são as principais opções.

 

Sustentabilidade é prioridade no mercado imobiliário

 

Cada vez mais existe a preocupação com questões ambientais e ligadas à sustentabilidade. Não é por acaso que o estilo de vida vegan tem aumentado nos últimos anos. Esta preocupação com o futuro caracteriza, também, estes jovens.

 

Por isso, invista em opções comprometidas com novas formas renováveis de economizar água ou gerar energia.

 

Aproxime o seu negócio imobiliário da Geração Z.

 

Aposte no software ideal para o seu negócio imobiliário

 

Os negócios imobiliários têm de estar em constante adaptação às necessidades do mercado. Por isso, é essencial escolher o melhor parceiro de negócio.

 

O Jasmin, é um software de gestão 100% cloud que o ajuda a controlar todos os aspetos do seu negócio para que se possa focar no seu crescimento.

 

A qualquer altura e em qualquer lugar, pode aceder a todos os dados e poupar tempo nos processos administrativos.

 

O Jasmin permite faturar os serviços imobiliários, respondendo a todas as obrigações fiscais e permite-lhe também colaborar com o seu contabilista em tempo real.

 

Além disso, pode começar gratuitamente com a versão Express do Jasmin!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais artigos