Histórias Jasmin

Quinta do Bosque: um boutique hotel que aposta em ferramentas de gestão

por Mariana Gomes | 16 Abril, 2020

Nasceu como um projeto de sonho e deu lugar a um boutique hotel. A Quinta do Bosque marca pela diferença. Mas gerir todos os aspetos de um negócio de alojamento local exige uma grande capacidade empreendedora e Cristiano Silva, proprietário que fundou o hotel em conjunto com a esposa, apoia-se em tecnologia de gestão para garantir o controlo total do negócio.

 

Criada a partir do conceito de um hotel de charme, que aposta na personalização e nos pormenores, a Quinta do Bosque aponta como principal objetivo assegurar a satisfação dos clientes. Por essa razão, apresenta uma pontuação de 9,8 no Booking, o maior site de reservas de hotéis no mundo.

 

A aposta na noção de um boutique hotel em harmonia com uma estratégia de personalização deu origem ao nascimento da Quinta do Bosque, um Alojamento Local assente na autenticidade e originalidade.

 

Boutique hotel: criar um negócio do zero

 

É um facto assente que o turismo em Portugal está em constante crescimento. Por essa razão, a atividade de Alojamento Local continua a chamar a atenção de proprietários e investidores. Mas, para gerir um negócio, é fundamental garantir todos os recursos e ferramentas para o seu desenvolvimento sustentável. Além disso, para Cristiano Silva, o aspeto mais importante para a gestão de um negócio é “a paixão por aquilo que se faz”.

 

O gestor aponta a "autenticidade" como a característica que resume um bom empreendedor num setor que não pára de crescer. Mas os obstáculos são óbvios e impossíveis de evitar: é certo que quantas mais oportunidades aparecem, mais desafios são enfrentados. E, no setor turístico, a burocracia é o grande entrave para a maioria dos gestores. Contudo, Cristiano Silva admite que a implementação do negócio foi “fluída” e sem “grande dificuldade”.

 

Por outro lado, chegar ao sucesso, implica um conjunto de fatores que muitas vezes não são tido em conta. Neste caso, inaugorar o boutique hotel em época alta foi o principal fator para o sucesso. “Ao abrir no verão, as pessoas vieram, gostaram” e partilharam a experiência. Simultaneamente, as reviews ou “a pressão do comentário” foi, para Cristiano Silva, um dos elementos que levaram aos bons resultados da Quinta do Bosque.

 

No entanto, acredita que fariam um melhor trabalho ainda “sem pensar no que as pessoas vão dizer” sobre a experiência. Mas é, também, a partilha da experiência que permite à Quinta do Bosque minimizar erros e melhorar experiências.

 

Carga administrativa na implementação de um boutique hotel

 

Tal como vimos atrás, a fiscalidade e burocracia no desenvolvimento de um negócio são, para muitos empreendedores, o maior entrave à sustentabilidade do negócio. Cristiano Silva admite que não estava a par de toda a carga administrativa que um novo negócio envolve. Contudo, este aspeto não foi complicado de gerir, porque “as coisas foram surgindo e foram acontecendo”. Ao mesmo tempo, a gestão financeira do negócio é feita em conjunto com o seu contabilista, facilitando a gestão hoteleira e o foco em processos realmente importantes do boutique hotel.

 

Quais são os maiores desafios dos empreendedores?

 

Ser empreendedor exige a capacidade de criar um negócio do zero, aliada à capacidade de impulsionar o desenvolvimento económico. Superar cada obstáculo implica, muitas vezes, abdicar de vários outros aspetos da vida pessoal, como férias, feriados ou fins de semana.

 

Cristiano Silva acredita que, para fazer as coisas da forma correta, é crucial mergulhar no trabalho. "Para ter sucesso, tem de haver muita dedicação” aliada à atividade e é esse fator que define um bom empreendedor.

 

Associada à atividade do empreendedorismo, existe a ilusão de uma vida sem pressão. Mas Cristiano Silva explica que são dedicadas muitas horas ao negócio. “Muitas vezes não temos folgas, férias também não é quando queremos, é quando pode ser”. Para o sucesso profissional é necessário “muito sacrifício” e o gestor admite que já passou mais de 60 dias sem tirar folgas.

 

Como é que a tecnologia de gestão impulsiona o sucesso deste boutique hotel?

 

Um dos primeiros aspetos a ter em conta na implementação de um negócio é a faturação e todos os aspetos legais e fiscais envolvidos. A Quinta do Bosque optou pelo Jasmin, um software de gestão “ideal” para a atividade de Alojamento Local. Por ser “o mais intuitivo, interativo e de fácil acesso”.

 

Não se tratando apenas de um software de faturação, o Jasmin auxilia a Quinta do Bosque na gestão de todos os aspetos do negócio.

 

Conseguir agregar todos os dados dos clientes num único local é, para Cristiano Silva uma das maiores vantagens de um software de gestão. “Toda a informação dos clientes fica gravada e registada. Mesmo em termos de faturação fica mais simples: criar uma fatura e enviar ao cliente”.

 

Enviar uma fatura por email ao cliente é, assim, um processo simples e eficaz que trouxe diversas vantagens ao boutique hotel no controlo da faturação.

 

Controlar o negócio com o apoio do contabilista

 

Por ser multiutilizador, o Jasmin permite que Cristiano Silva dê acesso à sua conta a várias pessoas. Foi esta componente que permitiu que o seu contabilista apoiasse em todas as decisões e aspetos legais do negócio.

 

O contabilista tem total acesso “a todos os dados e às finanças". Além disso, apoia na gestão do negócio ao analisar "tudo o que é lançado, para poder fazer o balanço, a apreciação global, mensal da empresa”. Antes do Jasmin, a Quinta do Bosque não tinha contabilidade organizada. Apoiada no suporte papel, a empresa inseria “as informações no portal das finanças”. Agora, é com o apoio do contabilista, aliado ao Jasmin, que o boutique hotel controla a faturação mais eficazmente.

 

Em contacto constante com o contabilista, a Quinta do Bosque faz uma análise mensal à empresa. Por não ser uma área que Cristiano Silva domina, admitindo que é um “pouco desorganizado”, ter a possibilidade de dar acesso ao contabilista é uma grande vantagem do Jasmin Software.

 

Além disso, o Jasmin garante a automatização de tarefas, oferecendo o aumento da produtividade e, consequentemente, da rentabilidade da empresa.

 

Este software de gestão é o suporte ideial para vários setores de negócio. E, se está a começar, o Jasmin é gratuito. Experimente o Jasmin Express e garanta a gestão inteligente do seu negócio.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais artigos