Negócios

NFC e as potencialidades da tecnologia no setor da restauração

por Helena Sousa | 14 Junho, 2022

A restauração é um setor em constante evolução tecnológica, tornando-se cada vez mais prático e rápido tanto para o cliente como para o gestor. Um dos avanços modernos que estão a revolucionar este setor chama-se NFC; fique a saber tudo o que precisa sobre esta tecnologia.

 

O que é a tecnologia NFC?

 

NFC é uma sigla para Near-Field Communication, uma tecnologia contactless, o que significa que funciona por proximidade, sem ser necessária a inserção em terminal de pagamento automático ou até o uso de PIN. NFC permite a comunicação entre dois dispositivos eletrónicos num raio de proximidade muito baixo (menos de 4cm de distância).

 

Hoje em dia, dispositivos com NFC são muito prevalentes: os smartphones modernos, para além de Bluetooth e Wi-Fi, também já incluem NFC, permitindo-lhes transmitir dados com outros dispositivos muito facilmente, por exemplo, para ligar a uma rede Wi-Fi, para enviar dados para outro telemóvel ou tablet e até para fazer pagamentos.

 

Existe algum risco no uso de NFC?

 

A tecnologia NFC é relativamente isenta de riscos, embora, como qualquer tecnologia, possa ser comprometida. Por exemplo, se o seu cartão de pagamento for roubado ou se lhe levam o smartphone sem ter qualquer tipo de proteção, como reconhecimento de impressão digital ou PIN para aceder à carteira virtual, é possível que o ladrão consiga fazer um pagamento relativamente pequeno.

 

No entanto, como mesmo este sistema requer confirmação do PIN a partir de determinada quantia (geralmente, 50€) e não permite vários pagamentos muito seguidos nos mesmos estabelecimentos, existe sempre um grau de proteção. Para além disso, como mencionado, os dispositivos mais inteligentes que usam NFC, como os smartphones, permitem e incentivam o uso de barreiras de segurança adicionais, como a verificação de identidade de uma de diversas formas, para que não lhe esvaziem a carteira assim tão facilmente.

 

Fora essas exceções já referidas, NFC é uma tecnologia extremamente segura. Para começar, os dados enviados e recebidos são tipicamente encriptados, isto é, codificados de forma a protege-los contra olhares curiosos de hackers. Além disso, como requer uma grande proximidade física, não há risco de enganos ou envios acidentais – ainda para mais, a tecnologia tem por base já uma proteção contra mais do que uma ligação simultânea, ou seja, não corre o risco de pagar acidentalmente o café a um terceiro quando vai a pagar o seu! 

 

Como é que NFC pode beneficiar a restauração?

 

Como referimos, NFC permite fazer pagamentos contactless, em muitos casos nem sendo necessário necessário sequer inserir um PIN: basta encostar o dispositivo, seja esse um cartão de débito/crédito ou um smartphone que tenha instalada alguma aplicação móvel de carteira digital como o MBWAY, e o pagamento é feito imediatamente.

 

Como tal, a tecnologia NFC é extremamente prática e fácil de usar para o consumidor, o que a torna um método de pagamento muito atrativo, para além de ser bastante seguro devido ao requisito de proximidade dos dois dispositivos. Por esta mesma razão, é natural que esta funcionalidade esteja a ser adotada por vários setores de comércio e a restauração não é exceção.

 

As vantagens de NFC para a restauração são claras:

 

  • Pagamentos mais rápidos: a vantagem mais óbvia (mas não necessariamente a melhor) de NFC é que reduz exponencialmente o tempo que demora a fazer o pagamento. Em vez do cliente ter de inserir um cartão, introduzir o respetivo PIN e aguardar confirmação do terminal de pagamento até finalmente o mesmo estar concluído, com NFC basta aproximar o dispositivo preferido para o pagamento do terminal e o pagamento é efetuado imediatamente. Melhor ainda, como até dá para fazer com o telemóvel, nem tem de andar na carteira à procura do cartão certo!

  • Menor tempo de espera para o cliente: como o pagamento por NFC é muito mais conveniente, isto implica não só que é mais prático, mas também que o tempo de espera do cliente que está a pagar é menor – o que se multiplica ainda mais se tiver uma fila de vários clientes à espera para pagar, com cada pagamento a ser muito mais rápido;

  • Processo de pagamento muito mais eficiente: do lado do ponto de venda, o processo de pagamento também se torna muito mais eficiente, visto que muito do processo é completamente automatizado, para além de, como já ficou bem claro, ser mais rápido;

  • Maior segurança no pagamento: uma das grandes vantagens de NFC é que não requer que os dados de pagamento fiquem gravados no sistema do ponto de venda, isto porque o sistema gera um token virtual encriptado de pagamento que é enviado em vez dos dados “descobertos” do cartão ou app. Como tal, mesmo que, de alguma forma, o seu sistema de pagamento seja comprometido, os dados dos seus clientes permanecem completamente seguros.

 

Como é que instalo a tecnologia NFC nos meus restaurantes?

 

Do lado dos clientes, a tecnologia NFC já está garantida pelos seus cartões de pagamento e dispositivos móveis; do seu, requer um pouco mais de trabalho.

 

Nomeadamente, para começar a usufruir de NFC nos seus pontos de venda, precisa de um software de faturação com integração POS (Point Of Sale), que, para além de disponibilizar NFC para meios de pagamento, traz outras vantagens, como faturação mais acelerada e sem erros, gestão centralizada dos seus pontos de venda e maior facilidade na gestão do inventário.

 

No que toca a software POS, não há melhor opção do que o Jasmin Software, que traz tudo isso e ainda mais, incluindo integração com mais de mil plataformas, mecanismos inteligentes e até funcionamento offline, para que nem tenha de depender da rede para agilizar o seu negócio.

 

Sabia que o Jasmin Software é grátis durante o primeiro ano até aos 30.000 € de faturação? Não há desculpa para não adotar as novas tecnologias como NFC no seu restaurante! Experimente já sem compromisso.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Mais artigos