Negócios

Análise da Concorrência: será que conhece o mercado?

por Isabel Dias | 25 Outubro, 2018

Para conhecer o seu mercado é essencial fazer uma detalhada análise da concorrência. Mesmo com um produto inovador, é provável que exista sempre alguma forma de concorrência.

 

Para identificar pontos fortes, fracos e oportunidades de crescimento no seu próprio negócio, é necessário que conheça os outros players no mercado. É possível e necessário aprender com os outros. Se observar de perto o que fazem, e no que apostam, conseguirá avaliar e desenvolver estratégias que o podem ajudar.

 

E, então, como fazer uma análise da concorrência, quer tenha já o seu negócio ou esteja a pensar começar um? Damos-lhe 5 cinco dicas essenciais.

 

5 dicas para a análise da concorrência

 

Fazer uma cuidada análise da concorrência não é fácil: requer cuidado, minúcia e muita dedicação. No final, o esforço compensa, porque o conhecimento do mercado traz oportunidades de crescimento e de sucesso. Confira 5 dicas essenciais para fazer uma análise de mercado.

 

1. Determine quem é a concorrência

 

Identifique a concorrência direta e indireta. A concorrência direta são as empresas que oferecem o mesmo produto ou serviço que o seu negócio, para o mesmo público-alvo. A indireta, um pouco mais difícil de definir, são as empresas que chegam ao mesmo público com uma estratégia de substituição de produto ou serviço.

 

Quem oferece os mesmos produtos / serviços? E opções similares ou complementares? Quem são os líderes de mercado? E concorrentes potenciais, empresas emergentes ou que se preparam para entrar no seu mercado? No fim da pesquisa, é importante fazer uma short-list dos concorrentes em que se vai focar.

 

2. Identifique os consumidores e os hábitos

 

Para fazer a análise da concorrência, tem que analisar também os clientes da concorrência. O que é que os consumidores esperam? Quais são os seus hábitos de consumo? O que os motiva? Qual é o concorrente mais popular e em que áreas? Saber o que o seu público-alvo pensa é importante e pode ser mais fácil do que imagina: redes sociais, inquéritos ou questionários são apenas algumas das possibilidades.

 

E para converter mais clientes, mais depressa, crie o seu funil de vendas!

 

3. Faça comparações quantitativas e qualitativas

 

É essencial comparar o seu negócio, performance e posição no mercado com os concorrentes. Compare os preços, qualidade dos produtos, tipo e força do marketing, forma de lidar com adversidades (quebras de vendas, surgimento de novas empresas e produtos, etc), estratégias passadas...

 

E, claro, outros indicadores como dimensão de portfolio, quotas de mercado, mercado alvo e mercado estratégico. Outros parâmetros relevantes podem incluir localização, dimensão, antiguidade, apostas em inovação.

 

4. Esteja atento aos canais online

 

Uma análise da concorrência, hoje em dia, nunca será completa se não se prestaratenção aos canais online que os concorrentes usam e à forma como os usam.

 

As redes sociais têm uma grande importância no sucesso ou insucesso de um negócio. Além de identificar que redes são as usadas pela sua concorrência, estude como é que se comunica com os consumidores e clientes. Procure também saber o que é que os consumidores têm a dizer sobre os negócios rivais. Visite as páginas de Facebook, as lojas online, e quaisquer outras plataformas online onde a sua concorrência esteja presente.

 

Sabe como usar os canais online para converter clientes em clientes leais?

 

5. Analise o seu negócio

 

Para saber em que ponto o seu negócio está, antes, durante e depois de fazer uma análise da concorrência, tem que conhecer quais os pontos fortes, os pontos fracos, as oportunidades e as ameaças que o seu negócio tem, não tem, precisa e enfrenta. Para isto, pode fazer uma análise SWOT (Strengths, Weaknesses, Opportunities, Threats).

 

Não perca mais tempo: implemente a sua estratégia de controlo de gestão, à prova do futuro!

 

O importante é que conheça bem o histórico do seu negócio e que esteja disposto a analisar o futuro e a elaborar estratégias. Sabemos que não é fácil mas, e se tivesse a ajuda de um expert em gestão?

 

Jasmin Software: análise, estratégia e crescimento

 

O Jasmin, software de faturação expert em gestão, é o aliado que precisa para empreender a jornada de levar um negócio para a frente. O Jasmin ajuda-o, não só a fazer toda a gestão do seu negócio, mas também a conhecê-lo como ninguém. Este software cloud está munido dos principais indicadores de desempenho, tem inteligência e poder preditivo, pelo que é uma ajuda indispensável à tomada de decisão, e planeamento estratégico.

 

Mas o Jasmin vive no futuro? Apesar de estar fortemente orientado ao sucesso do seu negócio, o Jasmin analisa todo o histórico de vendas, compras, pagamentos e recebimentos, crescimento de clientes, para elaborar uma estratégia fundamentada em dados. Além disso, simplifica o presente de forma rápida e intuitiva: o Jasmin permite gerir o seu negócio em tempo real, onde e quando quiser. Perfeito para quem não tem tempo nem recursos a perder, afinal integra com as principais apps de produtividade do mercado.

 

Mas avalie o Jasmin por si: experimente já a versão Express! 100% cloud, certificado pela AT e gratuito, o Jasmin Software é o parceiro que o seu negócio precisa.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais artigos

Ver mais