Fiscalidade e Contabilidade

Que tipos de regimes de IVA existem e qual escolher?

por Mariana Pimentel | 16 Junho, 2022

Como consumidores estamos habituados a pagar IVA em quase tudo, mesmo que muitas vezes não estejamos a pensar nisso. Mas quando temos uma empresa, o cenário muda, uma vez que o IVA pode ser facilmente deduzido através das despesas da atividade empresarial. Contudo, para perceber melhor o que é o IVA, que tipos de regimes de IVA existem e em que situações está prevista a isenção, vamos explicar tudo neste artigo.

 

O que é o IVA e como é aplicado aos negócios?

 

Já todos ouvimos falar sobre o Imposto sobre o Valor Acrescentado que incide sobre o consumo de produtos, serviços, importação de bens e as aquisições intracomunitárias de bens e serviços. Isto é o IVA.

 

Seja uma empresa ou um trabalhador independente, precisa de saber que existem diferentes regimes de IVA e que deve escolher o melhor para o seu negócio.

 

Como é cobrado o IVA?

 

A cobrança do IVA acontece quando uma empresa vende um produto ou serviço. É o consumidor a pagar o valor do bem ou serviço acrescido do IVA. O valor do IVA deve ser, depois, entregue ao Estado pela empresa ou prestador de serviços que o comercializou.

 

Que tipo de regimes de IVA existem em Portugal?

 

No Código do IVA existe o regime normal de tributação – 23%. Este é o regime que, no geral, os trabalhadores independentes estão incluídos: têm de cobrar IVA a 23% nos trabalhos que executam.

 

No entanto, há trabalhadores que pela natureza da sua atividade podem estar sujeitos a um regime especial de IVA.

 

Quais são os regimes especiais de IVA?

 

  • Regime especial de isenção;
  • Regime especial dos pequenos retalhistas;
  • Regime de tributação dos combustíveis líquidos aplicável aos revendedores;
  • Regime especial para agentes de viagens e organizadores de circuitos turísticos;
  • Regime especial de tributação em IVA dos bens em segunda mão, objetos de arte, de coleção e antiguidades;
  • Regime especial do IVA aplicável ao ouro para investimento.

 

Os artigos mais procurados no Código do IVA são o artigo 9.º e o artigo 53.º, referentes à Isenção de IVA nas operações internas e ao âmbito de aplicação do regime especial de isenção, respetivamente.

 

Regimes de IVA: quando é que se está isento de IVA?

 

 Se possui uma empresa ou é trabalhador independente, pode estar isento de cobrar IVA. Estas são as situações em que isso pode acontecer:

 

  • Se o negócio tem um volume anual inferior a 10 mil euros – Isenção de IVA – Artigo 53º do CIVA ;
  • Se é um profissional de uma área técnica específica – Artigo 9º do CIVA;
  • Quando a entidade que adquire um bem ou serviço liquida automaticamente o IVA – Autoliquidação de IVA;
  • Quando o IVA é cobrado na emissão do recibo – Exigibilidade de Caixa;
  • Para produtores ou revendedores de tabaco – Regime particular do tabaco;
  • Regime para determinadas atividades – Regime da Margem de Lucro;

 

Quais são as taxas de IVA existentes em Portugal?

 

Existem três tipos de taxas de IVA em Portugal, aplicadas em função da zona geográfica e do tipo de atividade: reduzida, intermédia ou normal.

 

Taxas

Continente

Madeira

Açores

Reduzida

6%

5%

4%

Intermédia

13%

12%

9%

Normal

23%

22%

18%

 

 

Regimes de IVA: qual o regime fiscal mais adequado ao seu negócio?

 

Caso a sua atividade não esteja isenta de IVA, é importante que conheça a carga fiscal que terá de suportar. Como vimos, existem vários regimes de IVA a ter em consideração. O importante é perceber qual se aplica ao seu negócio.

 

Os trabalhadores independentes usufruem de duas situações, nas quais podem optar por alterar os regimes de IVA: quando o volume de negócios anual ultrapassa os 10 mil euros ou quando pretende alterar o regime de IVA trimestral para o regime de IVA mensal.

 

Cumpra as obrigações fiscais com o Jasmin

 

Gerir um negócio e ainda ter em atenção a carga fiscal que surge com a atividade que exerce é um desafio constante.

 

O Jasmin é um software de faturação expert em gestão, que lhe garante o cumprimento de todas as obrigações fiscais. Se está inserido no regime de isenção de IVA, o Jasmin permite-lhe emitir faturas, contemplando os vários motivos de isenção de IVA.

 

Assim, com esta solução de gestão, não só cumpre as obrigações fiscais, como simplifica as tarefas administrativas diárias do seu negócio. Experimente o Jasmin Express, 100% cloud, e comece a gestão do seu negócio de forma gratuita.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Mais artigos