Negócios

Portugal 2030: o que as empresas precisam de saber

por Helena Sousa | 11 Janeiro, 2022

A economia portuguesa, tal como as do resto do mundo, sofreu um abalo com a chegada da pandemia da COVID-19, que veio arrasar o crescimento sustentado dos últimos anos e, também, muito do progresso feito graças ao projeto Portugal 2020. Em consequência, tanto do fim do Portugal 2020, como do impacto socioeconómico da pandemia, o novo programa Portugal 2030 chega para, mais uma vez, traçar um futuro para o País para os próximos anos, o qual, naturalmente, inclui também apoios para as empresas.

 

Nesse sentido, condensamos num só artigo a informação mais relevante sobre o Portugal 2030 para que saiba com o que contar e como pode beneficiar deste novo rumo nacional. 

 

O que é o programa Portugal 2030

 

O programa Portugal 2030 é um quadro comunitário com origem na Estratégia Portugal 2030 iniciada em 2017, com o objetivo de aumentar o desenvolvimento económico e social em Portugal, procurando maior crescimento, maior emprego e maior igualdade na década que então se avizinhava.

 

Esse programa foi inevitavelmente revisto com o surgimento da pandemia do SARS-CoV-2, ganhando um novo foco na recuperação do crescimento económico nacional que se vinha a verificar até 2020 e na criação de medidas de resiliência para criar um País melhor preparado para futuros choques socioeconómicos, este último passando pela digitalização, inovação e transição climática.

 

Nesse contexto, o Portugal 2030 integra também o Acordo de Parceria entre Portugal e a Comissão Europeia, com fundos europeus no total de 22,995 mil milhões de euros divididos por 12 programas, separados em três vertentes:

 

Programas temáticos (13,094 mil milhões de euros)

 

  • Inovação e transição digital (3,905 mil milhões de euros);
  • Ação climática e sustentabilidade (3,119 mil milhões de euros);
  • Demografia, qualificações e inclusão (5,691 mil milhões de euros);
  • Mar (379 milhões de euros).

 

Programas Regionais do Continente (7,833 mil milhões de euros)

 

  • Norte (3,395 mil milhões de euros);
  • Centro (2,172 mil milhões de euros);
  • Alentejo (1,104 mil milhões de euros);
  • Lisboa (381 milhões de euros);
  • Algarve (780 milhões de euros).

 

Programas Regionais das Regiões Autónomas (1,899 mil milhões de euros)

 

  • Açores (1,140 mil milhões de euros);
  • Madeira (760 milhões de euros).

 

Programa Assistência Técnica (169 milhões de euros)

 

Em paralelo com as iniciativas dos programas do Portugal 2030, está também em ação um Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), resultante da iniciativa NextGenerationEU do Conselho Europeu para mitigar o impacto económico e social da crise derivada da COVID-19, focado expressamente na Resiliência, Transição Climática e Transição Digital.

 

Em que áreas as empresas podem contar com apoios do Portugal 2030

 

No âmbito empresarial, o Portugal 2030 destina diretamente às empresas 6,7 mil milhões de euros, em paralelo com os 5,5 mil milhões já alocados pelo Plano de Recuperação e Resiliência.

 

Um dos principais pilares do programa Portugal 2030, já desde a Estratégia desenvolvida em 2017 e que ganhou ainda maior relevância após o surgimento da pandemia, é a digitalização das empresas. Em particular, a inovação empresarial e a qualificação tanto das empresas como dos seus próprios colaboradores é um dos pontos essenciais do programa, sendo a base para um maior crescimento nacional e também para uma maior resiliência futura, dada a importância das novas tecnologias em contexto de pandemia. Sendo esta também uma das principais tendências para 2022, apostar na inovação torna-se mais fácil graças aos apoios do Portugal 2030.

 

Numa ótica relacionada, a criação de emprego é outro dos pontos principais do Portugal 2030, particularmente no que toca à Investigação e Desenvolvimento, onde se prevê um duplicar da despesa e a criação de 25 mil novos postos de trabalho qualificados. Como tal, empresas que promovam a contratação e qualificação dos colaboradores nesta área encontrarão no Portugal 2030 apoios para concretizar esses objetivos.

 

Para além desses pontos, a transição climática é de extrema importância para o Portugal 2030, sendo a sustentabilidade um dos alicerces mais importantes para a próxima década. Como tal, empresas motivadas para reduzir desperdício, adotar a economia circular e comprometer-se com a transição energética beneficiarão dos apoios do Portugal 2030 para o efeito.

 

Como se candidatar a um apoio do Portugal 2030

 

Face a programas anteriores como o Portugal 2020, os formulários de candidatura aos apoios do Portugal 2030 são mais simples e com menos campos para preencher, no sentido de tornar a atribuição dos fundos europeus às empresas mais eficaz. Para além disso, a intermediação e os encargos para os promotores foram reduzidos e a informação e pagamentos pedidos foi reduzida, simplificando todo o sistema.

 

As candidaturas ao Portugal 2030 preveem-se ser no portal do projeto, com as primeiras candidaturas a serem abertas no início de 2022.

 

Já para o Plano de Recuperação e Resiliência as candidaturas são feitas através do portal Recuperar Portugal, podendo pesquisar os avisos para as várias componentes do PRR e inclusivamente fazer um pedido de notificação de futuras aberturas de candidaturas.

 

A sua empresa melhor gerida com os recursos certos

 

Sendo o Portugal 2030 tão focado na inovação e digitalização, pode dar já o primeiro passo para o futuro com um software concebido para digitalizar a gestão do seu negócio.

 

O Jasmin Software é um software de gestão que integra as diversas áreas do seu negócio, desde a faturação ao inventário e armazéns e passando pela tesouraria e pela gestão dos pontos de venda (POS – Point of Sale), num só sistema disponível na cloud, o que significa que, seja em que altura e lugar quiser, poderá sempre aceder aos dados do seu negócio em tempo real e gerir a sua empresa.

 

Para além disso, o Jasmin inova com o seu foco na tecnologia mais avançada de Inteligência Artificial, apostando em Machine Learning para lhe dar previsões futuras do crescimento do seu negócio e recomendações para a tomada de decisões inteligentes, o que significa que guia o crescimento da sua empresa conforme o seu histórico real e as principais tendências.


Melhor ainda, a adesão ao Jasmin Software é completamente grátis e poderá usá-lo sem qualquer custo durante os primeiros 6 meses ou até aos primeiros 30 mil euros de faturação.  Adira já e dê o primeiro passo no seu percurso digital da próxima década!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Mais artigos