Histórias Jasmin

Swonkie: a solução para poupar tempo na gestão de redes sociais

por Mariana Gomes | 22 Janeiro, 2020

A Swonkie, uma plataforma de gestão de redes sociais, tem como principal missão auxiliar as empresas a poupar tempo na gestão das redes sociais, nesta era tecnológica em que vivemos.

 

A startup portuguesa nasceu em 2016 com o objetivo de vender uma única coisa: tempo às empresas. O cofundador, João Cortinhas, criou a empresa a partir de uma “necessidade específica e pessoal”. Após perceber que perdia demasiado tempo a gerir redes sociais, procurou desenvolver uma solução que ajudasse a distribuir o conteúdo mais rapidamente.

 

A plataforma, que opera no B2B, foi desenvolvida para “agências que gerem vários clientes nas redes sociais, publishers, que controlam várias páginas, e às próprias marcas que têm os seus próprios clientes”.

 

Swonkie, que nasceu de um acrónimo Switch On Network, tem como principal finalidade aumentar a produtividade dos gestores das redes sociais.

 

Veja o testemunho da Swonkie sobre como o Jasmin apoia o negócio e simplifica os processos administrativos. 

 

Empreendedorismo: quais são os maiores desafios?

 

Idealizar, desenvolver e construir um negócio implica lidar com dificuldades e ultrapassar obstáculos pelo caminho. Para João Cortinhas, o maior desafio não é a tecnologia ou o dinheiro: são as pessoas. Apesar de admitir que, para um negócio sobreviver, estes são fatores importantes, se uma empresa não tiver “as melhores pessoas para formar a melhor equipa, a empresa, o negócio, a ideia ou o projeto, não vai para a frente”.

 

Outro dos grandes desafios do empreendedorismo é perceber como é que se passa de uma ideia para a sua concretização. Muitas vezes, os empreendedores passam “muito tempo na fase da idealização da ideia e todos os pressupostos que um projeto escalável deve ter”, descurando o que é fundamental: “o produto e os clientes”.

 

Swonkie: o empreendedor da era digital

 

Enquanto a definição de empreendedorismo se tem mantido constante durante décadas, as possibilidades e oportunidades dos empreendedores evoluíram.

 

O CEO e cofundador da Swonkie considera que o empreendedor atual, que encontra desafios na rápida transformação digital, tem as “mesmas características que o empreendedor de há 100 anos”. “Os desafios e oportunidades é que são diferentes”. Estas diferenças recaem na rápida evolução tecnológica, que garante um acesso imediato a cada vez mais quantidade de informação.

 

João Cortinha considera que um dos maiores problemas na fase de implementação de um projeto é o facto de ser desperdiçado demasiado tempo “na fase da idealização da ideia e de todos os pressupostos que um projeto escalável deve ter”.

 

Para isso, o ingrediente principal de um empreendedor de sucesso é a capacidade de trabalho e a motivação. “E um fator externo muito importante: alguém que dê apoio na mudança”. O Swonkie contou com um apoio de máxima importância na fase de criação. Após ter marcado presença no programa Shark Tank Portugal, a empresa recebeu um investimento de 50 mil euros do empresário Miguel Ribeiro Ferreira.

 

Fiscalidade e burocracia: um entrave ao empreendedorismo

 

Na altura de estruturar um projeto e desenvolver um negócio, a fiscalidade e burocracia são um dos maiores problemas dos empreendedores. O CEO da Swonkie confessa que a única coisa que pensou quando criou a empresa foi em “ficar rico”.

 

Pagar salários e impostos não foi algo que planeou no início do negócio. Tipicamente, este não é o tipo de questões nas quais os empreendedores pensam na fase de implementação.

 

Muitas vezes queremos vender, mas não temos as ferramentas para isso. No dia em que começamos a vender não tínhamos um sistema de pagamentos, ainda não tínhamos um software de gestão ou de faturação”. Os empreendedores, por estarem mergulhados no objetivo de criar algo diferente e disruptivo, não têm as obrigações legais e fiscais que decorrem do exercício de uma atividade em mente.

 

Mas é, também, esta parte burocrática e fiscal – e todos os impactos que pode ter nas empresas – que pode definir o sucesso de um negócio.

 

Aliar a tecnologia à gestão

 

O recurso a boas soluções de gestão são o primeiro passo para alcançar um negócio de sucesso. E a tecnologia desempenha um papel fundamental no apoio à gestão. Recorrer a um software de faturação cloud permite que, apenas numa só ferramenta, tenha acesso aos dados a qualquer hora e em qualquer lugar, melhorando a rentabilidade do negócio.

 

Inicialmente, as faturas da Swonkie – mais de 400 por mês – eram emitidas manualmente. “O Jasmin veio-nos trazer tempo e uma maior facilidade de gestão de todo o fluxo de faturação”.

 

João Cortinhas afirma que o Jasmin, software de gestão cloud, garante a otimização de processos e de recursos. Estas vantagens permitem potenciar o crescimento do produto, não perdendo tempo necessário em processos administrativos.

 

A automatização de tarefas que o Jasmin oferece assegura o aumento da produtividade e, consequentemente, da rentabilidade da empresa.

 

Este software de gestão é o suporte ideial para o seu negócio. E, se está a começar, o Jasmin é gratuito! Experimente o Jasmin Express e garanta a gestão inteligente do seu negócio.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais artigos