Gestão Pessoal

Mindfulness: 5 dicas para aumentar a produtividade no seu dia-a-dia

por Helena Sousa | 9 Julho, 2019

Quantas vezes já deu por si a fazer algo importante e, de repente, algo desvia a sua atenção? Muitas, certo?

Isso acontece porque, seja por toda a informação que o seu cérebro armazena, seja por tudo o que acontece à sua volta a todo o momento, acaba por ser muito mais fácil ser distraído do que manter-se concentrado numa só coisa: o stress daquela tarefa que tem para completar mas ainda não completou e que, volta e meia, visita o seu pensamento, pensar no que será o jantar desse dia, aquela notificação que lhe apareceu no telemóvel ou no cantinho do computador, um pássaro que fez mais barulho a passar pela sua janela. Quando der por si, acaba por demorar muito mais tempo a terminar a tarefa que tem efetivamente em mãos, podendo afetar significativamente a sua produtividade.

Hoje em dia, já não tem de ser refém das divagações do seu cérebro. Através de práticas de Mindfulness, consegue uma maior capacidade de adaptação e resolução concreta das eventualidades do seu dia-a-dia, ao fazer com que a sua mente, mais relaxada, se concentre naquilo em que se deve realmente concentrar, não se deixando levar pelas distrações do quotidiano e controlando as suas emoções, reações e pensamentos.


O que é Mindfulness?


Com origem budista, Mindfulness significa, traduzindo para português, “Atenção Plena”. Ficou na mesma, não ficou? Trocando por miúdos, Mindfulness é colocar a sua atenção no momento presente e estar totalmente consciente dele, chegando a um ponto em que consegue distinguir, de entre a sua miríade de pensamentos, quais são úteis e quais não são.

Isto significa que, com a prática de Mindfulness, não vai mais deixar-se levar por distrações, sejam os seus pensamentos ou fatores externos a si (como o exemplo do pássaro a passar pela janela do seu escritório), que o impeçam de estar, trabalhar, no momento presente.

O que é que isto tem a ver com o incremento da produtividade? Ora, estar com atenção plena ao momento presente significa estar com atenção toda focada na tarefa em mãos, estando a pensar apenas nela e, consequentemente, obtendo melhores resultados quer a nível de tempo, quer a nível de qualidade – não é difícil de ver que, ao distrair-se muitas vezes a meio de algo, vai perdendo o seu fio condutor e, à medida que a deadline se aproxima, a qualidade pode ir decrescendo.

E antes que se questione: sim, tem a sua parcela de meditação, mas não, não tem de se sentar com as pernas “à chinês” e fazer aquele som de meditação que todos conhecemos. De seguida apresentamos algumas dicas para que consiga aumentar a sua produtividade com práticas de Mindfulness.


5 dicas de Mindfulness para aumentar a sua produtividade


1. Faça exercícios de atenção


No seu cerne exercícios de meditação, estes são exercícios que treinam o seu cérebro para que a desenvolva a sua capacidade de se focar em algo em particular, como um objeto, uma situação ou uma tarefa. Abordagens destes exercícios incluem a respiração consciente, a caminhada consciente e a examinação do próprio corpo.

Para levar a cabo o exercício de respiração, sente-se numa posição confortável e foque-se na simples sensação de respirar, em aspetos concretos como a entrada e saída de ar dos pulmões, ou o movimento causado no seu abdómen. Já em relação à caminhada, seja dentro ou fora de casa, foque-se na sensação da sua pele a tocar no chão, no ar fresco envolvente, ou num determinado aroma. Examine mentalmente cada uma das partes do seu corpo, desde os pés à cabeça, atentando no que sente em cada uma.

O importante é deixar que a sua atenção se foque num pormenor de cada vez; vai acontecer-lhe muitas desviar-se com alguma distração ou começar a pensar noutra coisa diferente – é normal. Simplesmente aceite e volte lentamente a focar-se no que estava a fazer. Depois de algum treino, é algo que lhe irá acontecer cada vez menos.



2. Foque-se numa tarefa de cada vez


Como referido, o principal fundamento do Mindfulness é o foco da atenção. Então, evite fazer multitasking! Pode dizer a si próprio que está a ser mais produtivo, porque tem a sensação de estar a fazer tantas coisas. No entanto, pelo contrário, o que está a fazer é a dispersar a sua atenção e o seu esforço entre várias tarefas em vez de os focar numa em específico; ao fazê-lo, tal não significa que cada uma das tarefas vai ficar pronta em menos tempo – se pensar bem, pode ter o efeito contrário, porque ao mudar para outra já se desconcentrou da primeira, tendo de voltar atrás e concentrar-se novamente – e a qualidade do produto final não será melhor.



3. Priorize os seus afazeres


Todos os dias, antes de sair do trabalho, consulte a sua lista de afazeres e veja os que concluiu, os que tem para concluir ou os que, entretanto, apareceram e que deve acrescentar. Mas uma lista de nada lhe serve se não for convenientemente organizada de modo a que possa prestar atenção a uma tarefa de cada vez; uma forma de o fazer, é organizar as suas tarefas por ordem de prioridade, nível de atenção requerido e quantidade de tempo necessário. Tendo esta listagem em vista, guarde para quando se sente mais produtivo (geralmente, de manhã) as mais prioritárias e mais complicadas e assim sucessivamente, deixando as menos urgentes e/ou menos exigentes para o fim do dia.



4. Crie um ambiente sem distrações


Tente ter no seu ambiente de trabalho apenas o essencial para o seu dia de trabalho. Por exemplo, dentro do que lhe for possível, escolha uma ou outra altura do dia para ler e responder aos seus emails e/ou retribuir as chamadas e desligue as notificações do seu telemóvel ou computador para não estar constantemente a ser alvo de distração. Além disso, as suas redes sociais são um grande ponto de distração e, em princípio, não lhe irão fazer falta durante o horário de trabalho, por isso, desligue também essas notificações, de modo a só as consultar nos intervalos.



5. Faça pausas durante o dia


O facto de passar 8 horas de trabalho em frente a um computador, além de não ser saudável, não significa que a sua produtividade seja superior. Ao invés disso, faça algumas pausas durante o dia para descansar e refrescar a mente. Faça por alguns minutos o que decretou não fazer no horário de trabalho, como dar uma breve olhadela nas redes sociais – assim, vai controlando a sua curiosidade e dar-se a si próprio algo menos em que pensar que possa atrapalhar a execução das suas tarefas.


Foque-se com o Jasmin


Com o Jasmin, a gestão diária da sua empresa será muito mais simples. Com este software de gestão que pode levar para todo lado, por funcionar na cloud, não precisa de se distrair de outras tarefas que tenha em mão; basta dedicar uns minutos do seu tempo para se pôr a par do dia-a-dia do seu negócio. Conta ainda com os insights para gestores, que lhe proporcionam informações úteis para as suas decisões em tempo real, logo que abre o software, para facilitar a sua consulta.

Gratuito até aos 30.000 euros de faturação durante o primeiro ano, mas sem decréscimo nas funcionalidades, se é freelancer ou gere uma PME, o Jasmin é o software para si.

Experimente já gratuitamente e retire mais uma preocupação do seu dia-a-dia!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais artigos