Fiscalidade e Contabilidade

O que é o ficheiro SAFT?

por Isabel Dias | 26 Outubro, 2017

ficheiro SAFT é parte integrante dos processos de faturação de qualquer empresa.  Mas, será que sabe tudo sobre este documento e quais as obrigações que dele advêm?

 

Nós explicamos!

 

O que é o SAFT?

 

Qualquer empresa que realize transações comerciais é obrigada a comunicar a sua faturação mensal à Autoridade Tributária. Na versão portuguesa, o SAFT-PT (Standard Audit File for Tax Purposes - Portugal Version) define-se como um ficheiro predefinido em linguagem XML e tem como objetivo reunir toda a informação fiscal e contabilística de uma empresa durante um determinado período de tempo. 

 

Faturas, faturas simplificadas, faturas-recibo, notas de crédito e notas de débito são os documentos que integram o ficheiro SAFT, cuja comunicação deve ser feita através do portal das finanças. Descarregue o e-book “O que é o SAFT” e saiba mais sobre este documento.

 

Sabia que existem dois tipos de SAFT?

 

SAFT de Contabilidade

 

  • Este é um ficheiro completo que pode ser exportado por softwares de faturação e que deve ser enviado sempre que seja exigido pelos serviços de Inspeção Tributária e Aduaneira. Serve para a realização de auditorias.

 

SAFT de Faturação

 

  • Pode ser também exportado por softwares de faturação, no entanto, é considerado um ficheiro mais simples. Deve ser enviado mensalmente à Autoridade Tributária e Aduaneira e serve para analisar a faturação mensal das empresas.

 

Comunicação do ficheiro obrigatória

 

Desde 2008, a comunicação deste ficheiro à Autoridade Tributária passou a ser obrigatória. Isto porque, além de facilitar as inspeções e auditorias feitas às empresas, ajuda também a combater a fraude fiscal.

 

Como tal, o documento deve conter todas as informações fiscais relativas à empresa, clientes, produtos e serviços comercializados e faturação mensal. É ainda obrigatório que o ficheiro SAFT relativo à faturação de cada mês seja entregue até ao dia 20 do mês seguinte.

 

O Jasmin, o nosso software de gestão cloud, pode ser uma mais-valia na hora de exportar o ficheiro SAFT e comunicá-lo à Autoridade Tributária e Aduaneira de uma forma mais simples e intuitiva. Como? Para começar, basta configurar o tipo de comunicação como SAFT, criar o documento financeiro (uma fatura, uma nota de crédito, etc.), criar a declaração legal com os documentos a comunicar e, finalmente, extrair o ficheiro SAFT e importá-lo no site da AT.

 

Se ainda ficou com dúvidas, no nosso Help Center, explicamos passo-a-passo o processo de criação e comunicação do ficheiro no Jasmin.

 

Se ainda não é utilizador Jasmin, experimente já. É grátis!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

341 comentários

  1. Amazing blog! Is your theme custom made or did you download it from somewhere? A theme like yours with a few simple adjustements would really make my blog jump out. Please let me know where you got your design. Many thanks

  2. Amazing blog! Is your theme custom made or did you download it from somewhere? A theme like yours with a few simple adjustements would really make my blog jump out. Please let me know where you got your design. Many thanks

Mais artigos